Brasileiro é apaixonado por carro…. IMPORTADO E DE LUXO!

O mercado de veículos está vivenciando um momenteo delicado. As vendas estão no seu segundo mês consecutivo de quedas, teremos nova retração em agosto, e, pelo que notamos, alguns nicho de mercado estão a 120 Km/h!

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

No post anterior, registramos nossas preocupações com o mercado automotivo (veículos leves). Encerramos o mês de julho com nova retração nas vendas – a segunda consecutiva – e, agora em agosto, deveremos ter, novamente, a terceira queda nas vendas o que implicará em perdas acumuladas de até 1,5% neste ano.

O cenário para o término deste ano não é nada otimista…

Porém, no meio do caos que se inicia, sempre existem bons pontos para observar.

Um deles que registramos é o IMPRESSIONANTE AUMENTO NAS VENDAS DE CARROS IMPORTADOS DE LUXO! O que fizemos?

  1. Apuramos as vendas apenas de veículos importados.
  2. Consideramos apenas veículos com valor de venda superior a R$ 100mil.
  3. Fizemos algumas exclusões pontuais. Por exemplo, um dos veículos que fizeram enorme sucesso no ano passado foi o HONDA CRV, contudo, devido a tramites de importação, esse carro “praticamente não existiu” nos quatro primeiros meses deste ano. Logicamente, esse modelo teve queda de vendas: 75%.

Feito isso, vamos a alguns fatos:

  • Enquanto o mercado de veículos vai entrando em fase de agonia, com discreto crescimento de 2,4% e, provavelmente, encerrando o acumulado de janeiro a agosto com queda de 1,5%, as vendas de carros importados de luxo “vão muito bem, obrigado”! Registramos que esse nicho de mercado encerrou os primeiros sete meses com crescimento de 30%! Pelas nossas contas, tivemos o total de 50,3 mil carros vendidos nestes sete meses (7,15 mil carros/mês) contra 38,8 mil sobre igual período do ano passado (5,54 mil carros/mês).

 

  • Se todos os veículos importados fossem uma marca, ela seria a 9º montadora do país, na frente de bandeiras como: Nissan, Citroen, Peugeot e Mitsubishi, por exemplo.

 

  • Esse aumento de 30% significou um crescimento de Market Share. Os carros importados correspondiam por 2% das vendas de veículos no acumulado do ano passado; já neste ano; eles estão com 2,5% (percentual maior que o somatório das vendas da KIA e da Peugeot juntos).

 

  • Não convenceu? Algumas marcas tiveram crescimentos “absurdos” como, por exemplo: a Lexus (485%), Jaguar (356%), Porsche (110%) e Mercedes Benz (87%). Até marcas que vem decepcionando no mercado total (no caso VW e Peugeot) tiveram bons desempenho nesse nicho de veículos. O gráfico abaixo mostra melhor o desempenho de 12 marcas selecionadas:

 

 

O grande ponto aqui é que o nicho de veículos de luxo parece estar totalmente na contramão do mercado. Estamos vivenciando a escalada da cotação do dólar, temos uma alíquota de Imposto de Importação abusiva, falta de crédito e recentemente todos reviram a projeção de crescimento da economia do país para baixo.

Mas o mercado de carros de luxo parece não se incomodar com isso….

Raphael Galante

Raphael Galante é economista, trabalha no setor automotivo há mais de 20 anos e atua como consultor na Oikonomia Consultoria Automotiva.