Bitcoin Investment Trust, primeiro veículo de BTC negociado publicamente?

Tomando a dianteira, o fundo de investimento em bitcoins de Barry Silbert, o Bitcoin Investment Trust, está mais perto de começar a negociação pública de suas ações. Nesta semana, o BIT recebeu a luz verde da FINRA (Financial Industry Regulatory Authority), órgão regulador da indústria financeira dos EUA.

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

Tomando a dianteira, o fundo de investimento em bitcoins de Barry Silbert, o Bitcoin Investment Trust, está mais perto de começar a negociação pública de suas ações. Nesta semana, o BIT recebeu a luz verde da FINRA (Financial Industry Regulatory Authority), órgão regulador da indústria financeira dos EUA.

Enquanto o ETF (Exchange Traded Fund) dos irmãos Winklevoss não é aprovado pela SEC (Securities and Exchange Commission), o Bitcoin Investment Trust sai na liderança como a melhor opção para investidores que desejam deter alguma exposição à criptomoeda sem a necessidade de aprender operacionalmente como adquirir e estocar bitcoins com segurança.

O veículo de investimento de Silbert teve sua listagem aprovada pela FINRA, a qual já designou, inclusive, um ticker para o futuro ativo: GBTC. As ações do fundo serão negociadas na OTCQX, a exchange do mercado de balcão mais regulado dos EUA, mas ainda um degrau abaixo da primeira divisão, onde se encontram a NASDAQ e a NYSE.

Talvez essa ótima notícia esteja impulsionando o preço do bitcoin neste início de mês. Fechando fevereiro abaixo de US$ 255, a cotação da moeda já bateu US$ 270 no dia de hoje – patamar que não alcançava há algumas semanas.

Esse efeito não é surpreendente. Afinal de contas, quando o dinheiro de investidores institucionais realmente entrar nesse mercado, o bitcoin pode se apreciar consideravelmente.

O GBTC ainda não está 100% aprovado; ainda não se sabe quando efetivamente passará a ser negociado publicamente nem se haverá um mercado líquido e relevante para o veículo após o início da negociação.

Mas ainda assim é uma excelente notícia para indústria do Bitcoin. Uma luz verde facilitando a entrada de dinheiro institucional nesse mercado, sem dúvida alguma é um marco a ser celebrado. 

Fernando Ulrich

Fernando Ulrich é Analista-chefe da XDEX, mestre em Economia pela URJC de Madri, com passagem por multinacionais, como o grupo ThyssenKrupp, e instituições financeiras, como o Banco Indusval & Partners. É autor do livro “Bitcoin – a Moeda na Era Digital” e Conselheiro do Instituto Mises Brasil