11 segredos dos milionários brasileiros para ficarem ricos

Eles gastam menos do que ganham, investem em produtos simples e seguros - e quase sempre começaram lá de baixo

Ser milionário é sem dúvida o sonho de muita gente. Afinal, quase todo mundo já sonhou em poder aproveitar todos os benefícios que a riqueza pode oferecer – cada um ao seu gosto, é claro!

Quando apostamos na mega-sena da virada, por exemplo, pensamos em milhares de coisas que poderíamos fazer com o dinheiro. Parece tudo tão fácil que só de pensar já é prazeroso. Mas será que as coisas realmente são assim para os milionários?

Claro que a vida de um milionário pode ser muito prazerosa, afinal, poder usufruir de tudo aquilo que vemos em filmes deve ser maravilhoso. Além disso, deve ser bom não ter que se preocupar com os boletos no final do mês.

PUBLICIDADE

Contudo, existem alguns desafios para chegar nesse patamar – e alguns deles podem exigir bastante esforço. 

Vou compartilhar alguns dos melhores insights que tive entrevistando investidores que chegaram lá e hoje têm minha assessoria para suas aplicações financeira e patrimônio.

1 – A maior parte dos milionários tem um alto rendimento, porém isso nem sempre foi uma realidade

Ao longo dos últimos dez anos auxiliando investidores de alta renda, consegui consolidar alguns dados sobre este tipo de investidor.

A renda média anual das pessoas milionárias é de R$ 270 mil. Esse é um montante bem alto, que parece ser difícil de ser alcançado, e, de fato, é.

PUBLICIDADE

Porém, a maior parte dessas pessoas não iniciaram suas carreiras ganhando tão bem. Ao contrário disso, começaram de baixo, e ao longo dos anos foram aumentando gradualmente sua renda.

Um detalhe importante, nesse sentido, é que os milionários são muito bons em gerenciar suas carreiras de maneira positiva e sabem que é necessário algum esforço adicional para alcançar resultados melhores com o tempo.

Nesse sentido, uma dica para quem deseja se tornar um milionário é focar em sua própria carreira e tentar sempre oferecer uma pouco mais do que a média das pessoas.

Inicialmente isso pode ser complicado, sobretudo quando a renda não é tão alta, porém esse é um caminho mais seguro para conseguir bons resultados.

2 – Equilíbrio entre a vida profissional e pessoal pode ser um desafio no início, mas melhora com o tempo

Como disse, para chegar a um nível elevado de renda e riqueza, é necessário uma dedicação maior e isso pode exigir alguns sacrifícios ao longo da vida.

É clara a ideia de que os milionários têm jornadas de trabalho longa, que consomem a maior parte de seu tempo, não deixando espaço para a família ou outros interesses pessoais.

Mas isso não será sempre assim. Inicialmente, conciliar todos os aspectos da vida pode ser complicado, mas isso vai melhorando ao longo dos anos.

Na maior parte das vezes, o início da carreira pode consumir muito tempo, mas ao atingir a independência financeira, essas pessoas podem dispor de mais tempo para se dedicar a família e ao lazer.

Portanto, o começo pode ser difícil, mas o esforço será compensado à medida em que há progresso na vida profissional.

De qualquer modo, cada família deve avaliar o melhor funcionamento para sua rotina. É necessário procurar um equilíbrio para evitar qualquer problema e garantir que os esforço valha a pena.

3 – A maioria dos milionários tem mais de uma fonte de renda

Uma grande parte dos milionário tem, pelo menos, uma segunda fonte renda, e isso parece meio óbvio. Além de proteger contra eventualidades, ter uma segunda fonte de renda é essencial para alcançar o objetivo de ser milionário.

Uma boa dica, nesse sentido, é conseguir fazer um bom planejamento financeiro e investir parte da renda. Isso garante que seu dinheiro também trabalhe para você, aumentando a sua renda.

Em sua grande maioria, os milionários entrevistados tinham investimento imobiliários que faziam sua renda anual aumentar consideravelmente. Atualmente, em um mercado mais maduro no Brasil, os fundos imobiliários podem ser uma boa opção.

Os 10 fundos imobiliários que distribuíram mais dividendos nos últimos 12 meses:
NomeTickerDividend yield
BTG Pactual Corporate Office FundBRCR1117,73%
RB Capital Desenvolvimento Residencial IIRBDS1117,06%
FI Edifício Almirante BarrosoFAMB11B16,85%
BB ProgressivoBBFI11B14,20%
Rio Bravo Crédito Imobiliário IRBCB1114,02%
CSHG Hedge Top FOFIITFOF1113,71%
FII UBS (BR) RecebíveisUBSR1113,16%
FII General Shopping Ativo e RendaFIGS1112,59
Polo CRIPORD1111,69%
FII Fator VeritàVRTA1111,33%

Fonte: Economatica 

4 – Milionários economizam muito dinheiro

Claro que, sendo milionário, dá para pensar em gastar um pouco mais, comprar algumas coisas caras, dirigir um bom carro, enfim, e tudo isso pode acontecer. Contudo, se você ganhar muito, mas gastar tudo, não chegará a lugar nenhum.

Por isso, os milionários economizam grande parte de sua renda. Isso possibilita outros investimentos para gerar mais renda, e contribui para o resultado final.

5 – A maioria dos milionários não possui orçamento

A pesquisa mostrou que a maior parte dos milionários entrevistados não possui um orçamento definido. Isso parece um pouco contraditório, uma vez que o orçamento faz parte de um planejamento financeiro.

Porém, no caso dos milionários, isso tem uma justificativa simples: eles não precisam de orçamento, pois têm um bom autocontrole e não gastam mais do que pode.

Nesse sentido, mesmo sem orçamento, a pesquisa mostra que, da renda total de R$ 270 mil, a maioria dos milionários gasta em média cerca de R$ 190 mil por ano. Ou seja, poupa cerca de 31% – e boa parte dessa poupança vem das bonificações das empresas que trabalham.

Portanto, mesmo que parecer tentador viver sem fazer orçamento, a medida pode ser necessária, sobretudo no início da carreira, quando ainda não se tem muito controle sobre o dinheiro e as vontades.

6 – Viajar é o principal lazer dos milionários

A maioria esmagadora dos entrevistados respondeu que a principal fonte de lazer é viajar. Bem, isso não é uma regra, você não precisa viajar se esse não é seu hobby favorito.

Porém, é importante despender parte do dinheiro em algo que te faça feliz e que te dá impulso para continuar. Afinal, a trajetória até ser um milionário não consiste em apenas poupar cada centavo que puder, mas também em aproveitar a caminhada da maneira saudável.

7 – Os milionários fazem investimentos simples e de baixo custo

Como você deve imaginar, os milionários possuem várias ideias e planos mirabolantes para ganhar dinheiro. Porém, quando se trata de investimento, eles possuem uma plano de estratégia eficiente. Os milionário investem em produtos simples e com baixo custo.

No Brasil, existem muitas opções de investimento que seguem essa regra, como, por exemplo, ações, fundos de ações, fundos de índices, Tesouro Direto e fundos imobiliários.

Se você quiser saber quando comprar e quando vender um fundo imobiliário, veja o vídeo que falo sobre o assunto:

8 – A maior parte dos milionários acompanha suas carteiras diariamente

Acompanhar a carteira diariamente é um dos principais erros que um investidor pode cometer. Esse hábito pode causar um excesso de negociações diante das oscilações, o que pode gerar perdas.

Contudo, esse não parece ser um problema que afeta os milionários. Muito possivelmente isso acontece porque esses investidores já possuem maior experiência no mercado, e, portanto, conseguem manter um melhor controle de sua emoções.

Porém, se você ainda não chegou nesse nível, tente evitar acompanhar a movimentação da sua carteira diariamente. As oscilações normais do dia-a-dia podem atrapalhar na tomada de decisões racionais.

9 – A maior parte dos milionários enriqueceu mantendo o foco no básico

É comum pensarmos que a maior parte dos milionário só ocupa esse posto porque algum antecessor trabalhou para deixar-lhe uma boa herança. Isso pode acontecer, mas apenas dois, dos 100 entrevistados da pesquisa, revelaram ter começado de tão alto.

Para a maioria dos milionários a trajetória foi mais longa, e, para eles, um dos pontos mais importantes para ficar rico, é focar no básico: ganhar mais do que gasta.

Portanto, para quem deseja seguir esse caminho a melhor saída é criar uma boa diferença entre o que se ganha e o que se gasta. Isso pode ser complicado inicialmente, mas com muita disciplina e um bom controle das finanças pessoais, é possível.

10 – Milionários não “mexem em time que está ganhando”

Um ponto comum entre os milionários é que eles mantém a mesma estratégia que os levou até o ponto onde estão. Isso parece um pouco óbvio, afinal, se algo está dando certo não há porque mudar.

Nesse sentido, se você está tendo sucesso financeiro, não tem porque mudar sua estratégia. Continue no mesmo sentido, aumentar sua riqueza, focar em fazer coisas simples por longos períodos trazem grandes dividendos.

11 – Todos os milionário cometem erros, mas evitam perdas totais

Todo mundo tem o direito de errar, e com os milionários isso também acontece. Na verdade aprender com os erros pode ser muito mais fácil. Contudo, é importante absorver o aprendizado e evitar danos maiores.

Ninguém precisa acertar sempre para conseguir ser milionário. Existem muitos caminhos que conduzem ao erro e muito milionários passaram por esses caminhos, o que nos dá a chance de aprender com eles.

De qualquer maneira, para se tornar um miliário no Brasil, é importante manter o foco para superar os desafios e evitar os erros que podem ser fatais.

Espero que tenham gostado deste primeiro artigo, desta pesquisa vão se derivar diversos outros artigos sobre comportamento, finanças e investimentos que outros milionários estão fazendo para ganhar mais, render melhor seu recursos e construírem verdadeiras fortunas.

Jonathan Camargo é sócio fundador da New York Capital, empresa de assessoria de investimentos, aliada à solidez do Grupo XP Private e Alta Renda, com foco em investidores de elevado patrimônio e empresas de participações com alta disponibilidade líquida para investimentos.

Twitter – @j_camargo_nyc
Linkedin – Jonathan Camargo

Jonathan Camargo

Sócio Fundador da New York Capital, empresa de assessoria de investimentos afiliada à XP Investimentos com foco em investidores de elevado patrimônio e empresas de participações com alta disponibilidade líquida para investimentos. Co-Autor do blog e curso de investimentos “O Investidor Milionário”. Formado em Administração de Empresas, com formação em Administração Financeira pelo Insper e Gestão de Investimentos pela Universidade de Genebra