Além da esquerda e da direita

Diretoria do IFL se pronuncia sobre cancelamento do debate com os presidenciáveis durante o 5º Fórum Liberdade e Democracia, que acontece na próxima segunda

arrow_forwardMais sobre

Há cerca de cinco meses, nos desafiamos a promover um debate com os presidenciáveis durante o 5º Fórum Liberdade e Democracia de São Paulo.

Nosso intuito era de promover um debate independente, pautado pelos valores do Instituto de Formação de Líderes: livre-mercado, liberdade individual, Estado de Direito e respeito à propriedade privada.

Na história do movimento liberal no Brasil, foram poucas as vezes nas quais tivemos a chance de debater os caminhos do país com os candidatos à Presidência da República.

PUBLICIDADE

Uma oportunidade dessas merecia uma divulgação à altura. Portanto, convidamos a Jovem Pan para participar desse projeto. Eles aceitaram o desafio prontamente e, logo, acertamos os detalhes.

Desde o início, no entanto, enfrentamos algumas dificuldades. A primeira delas: desconvidar João Amoêdo do debate como condição para a participação de outros candidatos. Pesou na decisão o caráter apartidário do instituto, uma vez que se fez necessário um critério objetivo para seleção dos participantes (intenção de votos).

De público, agora, não temos constrangimento ao informar o ocorrido uma vez que durante todo o processo estivemos em contato com o João e nos desculpamos formalmente pela situação. Ele foi compreensivo sobre o cenário que nos encontrávamos e nosso sentimento é de não ter restado absolutamente nenhum mal estar entre o IFL-SP e o Amoêdo. Naturalmente toda a militância se fez presente em nossas redes sociais.

Porém não desistimos.

Após inúmeras tentativas, finalmente conseguimos incluí-lo no painel com os demais presidenciáveis.

Estávamos tranquilos de que este debate representaria um progresso enorme na difusão das ideias que acreditamos!

PUBLICIDADE

Mas cometemos um erro: acreditamos na palavra de políticos profissionais. Uma recomendação antiga daqueles que acreditam na liberdade é manter um permanente estado de desconfiança em relação à classe política.

O episódio relatado abaixo demonstra a pertinência dessa recomendação.

Faltando poucos dias para o evento, mostrando evidente falta de compromisso e de respeito com os participantes do Fórum e com o eleitorado, esses mesmos candidatos mudaram sua decisão e comunicaram a não-participação no debate.

Em respeito aos únicos candidatos que mantiveram sua palavra: Álvaro Dias e João Amoêdo, ainda tentamos reformular o modelo do evento e transformá-lo numa sabatina. Não adiantou.

Talvez alguns dos candidatos ainda não estejam preparados para debater novas ideias num ambiente aberto e democrático. Talvez a esperança da renovação na política nos tenha impedido de enxergar a realidade: no sistema vigente, o cidadão parece não estar em primeiro lugar.

O fato é que não nos restou outra alternativa a não ser ter que cancelar a primeira parte do evento, no período da manhã, e humildemente pedir desculpas pelo infortúnio aos espectadores.

Não existe retorno sem risco e crescimento sem dor. E todos os responsáveis estavam cientes dos novos caminhos que nos propusemos a trilhar em busca da divulgação dos valores de liberdade que nos são tão preciosos.

O evento da tarde, com um line-up incrível – Peter Thiel, Flávio Augusto, David Vélez, William Waack, Alberto Saraiva, Maílson da Nóbrega, Elena Landau, José Olympio Pereira, dentre outros gigantes – está mantido e, pela qualidade dos convidados, não temos a menor dúvida de que será coroado de sucesso.

Diretoria do IFL-SP

IFL - Instituto de Formação de Líderes

O IFL - Instituto de Formação de Líderes de São Paulo - visa a ser referência nacional na formação de lideranças que impactem a construção de uma sociedade mais livre, que sejam comprometidas com a construção de um Brasil democrático e próspero. Desde 2014 o IFL organiza o Fórum Liberdade e Democracia de São Paulo que tem como propósito alimentar a discussão, engajar a sociedade local e expor alternativas viáveis para mitigar os problemas brasileiros.

Leia também