Ano de 2018 foi marcado por promessas mirabolantes de enriquecer investindo

Entre anúncios com promessas criativas para enriquecer e mudança de perspectiva econômica liderada pelo novo governo, o número de brasileiros na bolsa aumentou 19,5% em 2018.

arrow_forwardMais sobre

BOLSA DE VALORES — Se você está pensando em entrar no mercado, esse parece ser um momento oportuno.

Após cinco anos de queda gradativa, o final da década foi marcado por uma explosão inédita no número de investidores na bolsa. Seduzido pela mudança no cenário econômico e pela promessa de dinheiro fácil, o brasileiro parece ter perdido o medo de investir. Mas o que ele pode esperar realmente dos seus investimentos?

Ainda não sabe como investir na bolsa? Descubra duas maneiras simples no vídeo abaixo.

PUBLICIDADE

Os investidores estão mesmo ganhando dinheiro?

Apesar de gráficos de longo prazo confirmarem que, nos últimos 20 anos, o desempenho do CDI foi superior ao índice da bolsa brasileira, essa comparação de índices matemáticos baseados na liquidez de ativos deixa de fora a principal informação da história: o índice de rentabilidade médio dos investidores brasileiros.

De acordo com a Quantum, empresa de tecnologia para finanças que mostra o retorno médio dos fundos de ações ativos desde 1997, o capital acumulado pelos investidores é duas vezes superior ao CDI. Investir em empresas de qualidade, então, continua sendo uma das melhores maneiras de rentabilizar o patrimônio do longo prazo.

Fonte da imagem: Quantum
Legenda: Retorno médio dos investidores supera CDI e Ibovespa.

É possível ficar rico investindo apenas 20 reais por mês?

Infelizmente a maioria dessas promessas são falsas. Se fôssemos levar as informações prometidas ao pé da letra e investíssemos exatamente 20 reais por mês (sob uma taxa de crescimento mensal de 0,64%), teríamos acumulado uma massa crítica de R$64 mil reais depois de longos 40 anos, o suficiente para talvez comprar um carro popular no futuro.

PUBLICIDADE

O princípio por trás dos juros compostos é poderoso e pode acelerar o crescimento financeiro de qualquer pessoa, mas depende do tamanho e da frequência dos aportes do investidor. Se o seu investimento fosse de R$1.500 ao mês, por exemplo, o mesmo valor se transformaria em um patrimônio próximo a R$4 milhões no mesmo período.

Faz sentido ou não investir na bolsa?

A aquisição de ações é uma das melhores maneiras comprovadas de rentabilizar o patrimônio de longo prazo, mas depende fortemente do perfil e das motivações pessoais dos investidores.

No entanto, se o seu objetivo pessoal é proteger o seu patrimônio da inflação e ficar descansado em relação à oscilação do mercado, é possível que a renda fixa seja um destino mais interessante para o seu capital do que a bolsa de valores. Por outro lado, se o seu objetivo é crescer exponencialmente, a bolsa de valores pode sim fazer muito sentido para você. Entenda melhor aqui Investidor Exponencial: Bolsa de Valores

 

Abraço 
Gustavo Almeida

Me acompanhe também nas redes sociais:

» Facebook: http://www.fb.com/investidorexponencial

» Instagram: http://www.instagram.com/investidorexponencial

Garanta seu futuro: abra uma conta gratuita na XP! 

 

Gustavo Almeida

Analista da Rico Investimentos e especialista em economia comportamental. Desenvolveu a metodologia da Geometria Comportamental, uma abordagem que ajuda o investidor interpretar e tomar decisões nos mercados de bolsa de valores.