Educação financeira e sustentabilidade caminham juntas

Educação Financeira e Sustetabilidade são temas distintos, porém que possuem relação direta entre si. Além disso, ambos são essenciais na vida de qualquer ser humano, para que se formem cidadãos responsáveis e conscientes, em todos os aspectos da vida.

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
(Shutterstock)
Alguns assuntos, quando não aprendemos desde pequenos, fazem falta durante a vida; educação financeira e sustentabilidade são dois deles. Aspectos como poupar antes de gastar, reaproveitar produtos e conservar o meio ambiente devem ser introduzidos na rotina das crianças, para que, no futuro, tenhamos gerações mais conscientes e sustentáveis.
 
Os conceitos de ambos os temas estão diretamente relacionados com os 5Rs, a partir dos quais se aprende como simples ações diárias podem reduzir os impactos sobre o planeta. São eles: 
 
– Repensar os hábitos de consumo e descarte;
– Recusar produtos que prejudicam o meio ambiente e a saúde;
– Reduzir o consumo desnecessário;
– Reutilizar ao máximo antes de descartar;
– Reciclar materiais.
 
Da mesma forma acontece quando se fala em educação financeira. Se as pessoas entenderem que se deve repensar o comportamento com relação ao uso do dinheiro, recusar comprar apenas por apelos publicitários, reduzir os impulsos consumistas e começar a reutilizar e reciclar produtos, também haverá reflexo direto nas finanças, havendo uma diminuição dos gastos supérfluos.
 
Mas, como a maioria da população não foi educada financeiramente, a saída é correr atrás do prejuízo, procurando informações em cursos, palestras e livros sobre o assunto. Se esse é o seu caso, oriento que defina o que é prioridade, antes de sair às compras. Às vezes, adquirimos alguns produtos que não precisávamos por não termos ciência do que realmente necessitamos. 
 
O consumo consciente é uma prática imprescindível, inclusive porque ajuda o meio ambiente e contribui para um melhor controle das finanças pessoais. Para quem tem filhos, é de extrema importância procurar transmitir esses hábitos a eles, para que cresçam com a noção de responsabilidade social, constituindo uma sociedade mais sustentável – também financeiramente.

Reinaldo Domingos

Reinaldo Domingos é presidente da Abefin (Associação Brasileira de Educadores Financeiros), autor de vários livros e criador da Metodologia DSOP de Educação Financeira.