Pensando em empreender? Evite alguns erros comuns

Na era do "downsizing", empreender tem sido um caminho escolhido por muitos empresários e ex-executivos

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

O número de novos empreendedores que surgem a cada ano no Brasil só aumenta. De acordo com dados de maio de 2013 do Ministério da Previdência Social, superamos a marca de três milhões de brasileiros que são oficialmente microempreendedores individuais. Na era do “downsizing” nas organizações, empreender – seja em um negócio próprio ou por meio de uma franquia – tem sido um caminho escolhido por muitos empresários e ex-executivos.

Dentre essas duas opções de investimento existem prós e contras, mas vale lembrar aqui que a opção pela franquia reduz os riscos do empresário, pois se trata de um modelo de negócio que já deu certo e está sendo replicado por meio da empresa franqueadora. Independentemente do caminho escolhido existem alguns erros comuns que podem ser evitados pelos novos empreendedores.

Muitas vezes de forma impensada, executivos que atuavam em cargos de alto nível carregam consigo características culturais e de estrutura da empresa anterior. Por exemplo, o tamanho da equipe à sua disposição (secretária, office-boy, etc.) e o número de benefícios usufruídos podem não condizer com a realidade do negócio próprio. Isso pode criar dificuldades de adaptação a esse novo ambiente e retardar a evolução do empreendedor.

No entanto, em outras circunstâncias, executivos que têm muita confiança na sua capacidade de empreender, podem não enxergar a oportunidade de aprender com exemplos de outras pessoas. Eles podem enfrentar problemas em áreas que não conhecem ou com as quais não tiveram nenhuma experiência de trabalho. Um especialista em finanças pode não dominar os conhecimentos necessários na área de recursos humanos ou de marketing, por exemplo.

Por isso, algumas dicas são fundamentais para quem deseja começar a empreender:

  • Tenha humildade e busque conhecimento com quem já passou por experiências semelhantes.
  • Não tenha receio de investir em cursos de empreendedorismo e buscar competências que não fizeram parte da sua trajetória profissional.
  • Tenha consciência que ativos como pessoas e marketing são cruciais para o sucesso do negócio.
  • Procure informações sobre as particularidades do nicho de mercado em que você deseja investir, principais competidores, etc.
  • Identifique se o seu perfil é adequado para determinado tipo de negócio. Se for preciso, peça a ajuda de um “coach” para auxiliá-lo nessa tarefa.
  • Faça um bom planejamento do negócio e projete as análises financeiras dos próximos cinco anos, pelo menos.

E por fim, acredite nas suas ideias. Tenha dedicação e empenho em tudo o que fizer e trabalhe duro em prol dos resultados. Uma vez, Martin Luther King disse: “Suba o primeiro degrau com fé. Não é necessário que você veja toda a escada. Apenas dê o primeiro passo”. Portanto, arregace as mangas e mãos à obra.

Lyana Bittencourt