Excelência na gestão é a chave para perenidade das redes de franquias

Capacitação contínua e processos bem definidos e formalizados serão fundamentais para a excelência no processo de gestão das redes de franquias

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

Imaginar que a produção de uma série de manuais – em conjunto com um contrato bem elaborado entre franqueador e franqueado – é o suficiente para garantir que uma rede funcione sem o envolvimento da franqueadora não é uma realidade. O franqueador precisa entender que as pessoas são um ativo que fazem a diferença para a perenidade dos negócios. Portanto, estabelecer canais de gestão e comunicação constante com os franqueados pode se traduzir em um diferencial capaz de gerar resultados para o negócio.

Além da questão exposta acima, a competitividade no franchising exige das marcas maior preocupação com o monitoramento do padrão de produtos e serviços oferecidos por todos os franqueados da rede. Nesse sentido, a eficiência na gestão colabora para orientar os franqueados, monitorar as unidades e incentivar a aplicação das melhores práticas nas operações.
O que costuma acontecer nas redes de franquias não se difere do que ocorre em modelos de negócios tradicionais, de uma forma geral. A diferença está nas consequências geradas, já que se trata de um modelo onde a figura do franqueado faz toda a diferença no dia a dia do negócio. Por isso, o tema gestão é tão discutido e debatido pelas empresas e nos principais eventos do setor. 


Capacitação contínua e processos bem definidos e formalizados serão fundamentais para a excelência na gestão. Dentro disso, incluem-se o uso de tecnologia e ferramentas para gerar agilidade nos processos e transparência nas relações entre as partes. Em um modelo eficiente de gestão, cada parte envolvida no processo entende sua responsabilidade e executa suas tarefas com conhecimento e segurança. Por isso, a excelência na gestão se torna fator-chave para a perenidade das redes de franquias.

Lyana Bittencourt