Fazer trade pelo celular: será que é bom para todo mundo?

A tecnologia facilita a vida de quem atua no mercado financeiro. Mas assim como há vantagens, também é necessário tomar alguns cuidados ao operar pelo smartphone

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre
celular ações investidor compra venda home broker
(Getty Images)

SÃO PAULO – Quando pensamos em traders, a primeira imagem que vem para a maioria das pessoas iniciantes é de alguém sentado atrás de muitos monitores, olhando para diversos gráficos com telas cheias de informações, não é?

A verdade é que, atualmente, a tecnologia avançou em diversas áreas. No mercado, não é diferente. E hoje, já podemos acompanhar pelo celular a cotação dos ativos, além de ver gráficos em tempo real.

A tecnologia facilita a vida de quem atua no mercado financeiro, seja para acompanhar o preço dos ativos, seja para fazer operações diretamente pelo celular, com alguns comandos rápidos. Mas você sabe quais são os cuidados e as vantagens de operar no mercado pelo celular?

Os cuidados:

  1. Primeiramente, cuide da sua internet. É preciso ter uma boa conexão para que você consiga investir em tempo real e para que o delay entre as informações não prejudique a sua operação – especialmente se você for adepto do day trade. Agilidade na tomada de decisão é palavra de ordem e você não pode ficar na mão;
  2. Outro cuidado é não ficar sem sinal no aparelho. Se isso acontecer, além do delay inevitável entre as informações, você provavelmente não vai conseguir executar uma ordem. Sem falar na atenção com a bateria;
  3. Operar pelo celular não te dá todas as informações que as plataformas conseguem exibir pelo computador. É preciso adotar estratégias bastante simples;
  4. É preciso ter um preparo muito maior para tomar as decisões, com menos informações disponíveis do que você teria se estivesse em um computador.

Ainda que investir pelo celular tenha os seus perrengues, também há pontos positivos. Confira as vantagens:

  1. Não há dúvida de que já tivemos muitas evoluções nos aplicativos que oferecem a possibilidade de inserir os indicadores ou até mesmo os estudos necessários para você executar sua estratégia;
  2. É possível analisar o mercado de qualquer lugar. Isso faz com que você possa ter seus compromissos durante o dia e continuar negociando seus ativos. Você pode viajar e acompanhar seus investimentos de longo prazo e tomar decisões sem precisar levar o computador.

Como você percebeu, temos mais riscos e desvantagens ao operar pelo celular do que vantagens. Por isso, não é algo que eu indicaria a um investidor iniciante ou para pessoas que acham que, enquanto estão trabalhando, conseguem realizar um trade e, em alguns minutos, ganhar dinheiro.

Nunca sabemos quanto tempo uma transação pode durar, se um deslocamento durante a operação pode provocar atrasos nas informações da internet ou até mesmo uma falha completa no investimento.

Mas para traders experientes, com boas estratégias e até mesmo para acompanhar suas operações de longo prazo, os apps facilitam – e muito.

Qualquer que seja a forma como você pensa em investir, é sempre importante manter dois cuidados:

  1. Ter o número da mesa de sua corretora à mão para zerar uma posição em caso de falha de conexão;
  2. Cuidar para que a bateria esteja carregada sempre. Senão, nem mesmo a opção de ligar para sua corretora para pedir ajuda você terá.

PUBLICIDADE

Fique atento e bons investimentos.

Ariane Campolim

Ariane Campolim é produtora de conteúdo na Clear Corretora. Atua como investidora desde 2015, principalmente como trader. Antes de trabalhar no setor, ela foi analista de tecnologia do Itaú Unibanco. É formada em física médica pela UNESP e cursou pós-graduação em negócios e gestão de pessoas no Insper