Melhoria nas Cidades

O objetivo passou a ser o de contribuir, concretamente, para a melhoria da qualidade de vida das populações que receberam os nossos empreendimentos, que se situam neles ou em volta deles e, até mesmo, daquelas, não tão próximas, mas que viram as nossas iniciativas como um fator local de progresso, desenvolvimento e valorização.

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

A nossa Construtora, MRV Engenharia, construiu e entregou a moradia de 260 mil famílias, desde a sua fundação, há 35 anos. Considerando que o tamanho familiar médio dos nossos clientes é de aproximadamente três pessoas por família, podemos garantir, com orgulho, que um a cada 250 brasileiros mora em um imóvel construído pela MRV. Mas, como perseguimos, obstinadamente, o objetivo de nos constituirmos em uma empresa perene e sustentável, fizemos mais do que simplesmente entregar moradias bem planejadas, seguras, confortáveis e econômicas para a nossa clientela. Construímos uma relação muito especial com as comunidades que habitam os nossos imóveis ou o seu entorno em mais de 130 cidades onde temos ou onde já tivemos empreendimentos. Em muitos casos, fizemos investimentos muito mais amplos, contemplando áreas maiores e construindo equipamentos nas regiões adjacentes aos nossos imóveis ou, até mesmo, no perímetro inteiro das próprias cidades.

O objetivo passou a ser o de contribuir, concretamente, para a melhoria da qualidade de vida das populações que receberam os nossos empreendimentos, que se situam neles ou em volta deles e, até mesmo, daquelas, não tão próximas, mas que viram as nossas iniciativas como um fator local de progresso, desenvolvimento e valorização. Para que essa estratégia tivesse sucesso, procuramos auscultar as aspirações e desejos expressos diretamente pelas populações envolvidas, além de desenvolvermos boa articulação e proximidade com os governos locais, já que estes podem identificar mais objetivamente e de acordo com os seus próprios planos, as carências de equipamentos públicos, de espaços urbanísticos ou de lazer e demais ações pretendidas pelas cidades, inclusive as de sustentabilidade ambiental.

Os casos de superação das expectativas são muitos. Em São José do Rio Preto, situada no oeste paulista, por exemplo, a MRV está presente há 19 anos, período em que lançou 10.987 unidades residenciais. Esses números apontam o fato de que um contingente superior a 32 mil rio-pretenses – ou um a cada 14 moradores da cidade – vive em um imóvel construído pela MRV. Durante esse tempo, a empresa investiu em diversas benfeitorias que modificaram significativamente a paisagem no entorno de suas obras e impactaram positivamente a qualidade de vida dos moradores. Essas benfeitorias incluíram a construção de vias de trânsito, de estações de tratamento de água e de esgoto sanitário, de revitalização de parques, praças e jardins, além de dois viadutos e uma ponte estaiada que beneficiam a cidade por inteiro.

Outros exemplos são as progressistas cidades de Uberlândia e Uberaba, situadas no Triângulo Mineiro e onde a nossa Construtora atua já por duas décadas. Nelas, os resultados positivos que temos alcançado nessa estratégia mais ampla são frutos do ótimo e próximo relacionamento que mantemos com os sucessivos governos municipais. Ali, as nossas ações estenderam-se além das contribuições sanitárias, infraestruturais e urbanísticas, alcançando, também, importantes investimentos no sistema educacional e de proteção à infância.

Mesmo nas cidades em que a nossa atuação é mais recente, procuramos manter o mesmo método e paradigmas semelhantes. É o caso, por exemplo, de Jaboatão dos Guararapes, integrante da Região Metropolitana do Recife onde estamos presentes há apenas quatro anos. Mas, não obstante essa circunstância, já investimos ali montante superior a R$ 14 milhões, contemplando uma ponte de acesso, redes de energia, de água para abastecimento público e de esgotamento sanitário, além de uma rua de acesso às áreas em desenvolvimento, dotada de ciclovia e de sistema de drenagem pluvial. E os investimentos não param por aí: estamos construindo um oásis no bairro Socorro, em padrão elevado de paisagismo e urbanismo, que produzirá, entre outros efeitos positivos, a valorização patrimonial em toda a região.

Espero aproveitar o espaço de outros tópicos, neste blog, para registrar mais exemplos de sucesso nessa nossa estratégia de nos posicionarmos como agentes do progresso, da prosperidade e do aumento da qualidade de vida nas nossas áreas de atuação.

PUBLICIDADE

Rubens Menin