Perdeu dinheiro na Bovespa? A InfoMoney Educação vai ajudá-lo!

Investidores que fizeram as piores compras na Bolsa concorrem a cursos sobre investimentos e negócios e uma assinatura anual da Revista InfoMoney

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

(SÃO PAULO) – Não está fácil ganhar dinheiro no mercado acionário. O Ibovespa, principal referência do desempenho das ações brasileiras, registrou uma rentabilidade inferior à taxa básica de juros em todos os últimos quatro anos. E a virada pode não acontecer em 2014. A Bolsa começou mal o ano, com a imensa maioria das ações registrando desvalorização. Mas o jogo ainda não acabou e nem tudo está perdido. Para você desenvolver uma estratégia vencedora e ganhar dinheiro, nada melhor que aprimorar seus conhecimentos. É por isso que o InfoMoney acaba de lançar a InfoMoney Educação, um grande portal de cursos sobre investimentos, negócios e empreendedorismo (clique aqui e conheça).

Para marcar o lançamento, o InfoMoney vai distribuir prêmios a quem comprovadamente tiver feito a pior compra da história na Bolsa. Um leitor vai ganhar cinco cursos de sua escolha à venda no portal da InfoMoney Educação e uma assinatura anual da Revista InfoMoney.

Para concorrer, os investidores terão de enviar para o e-mail educacao@infomoney.com.br a nota de corretagem ou um documento que comprove a compra de uma ação ruim o mais próximo possível de seu teto histórico. Por exemplo: o investidor que tiver comprado ações da OGX muito perto da máxima de R$ 23,39 terá boas chances de ser premiado. Mas o concurso não se restringe apenas a ações da OGX – quem pagou caro por papéis da Agrenco, da Laep, da Mundial ou de outras empresas que posteriormente afundaram na Bolsa também pode participar.

O investidor não precisará revelar quanto dinheiro investiu em determinada ação – essa informação pode ser rasurada da nota caso o investidor considere mais conveniente. De qualquer forma, o dado será tratado pela redação como confidencial. Mas a nota precisa incluir seu nome e a cotação de compra do papel. A veracidade das informações será checada junto à BM&FBovespa e à corretora que intermediou a operação. O ganhador será divulgado pelo InfoMoney no próprio site e a pessoa será convidada a gravar um vídeo contando sua experiência e as lições que foram aprendidas.

Clique aqui e conheça o novo portal de cursos da InfoMoney Educação.

João Sandrini

Leia também