INFOMORNING AO VIVO Privatização da Eletrobras, Brookfield compra 12 prédios e Locaweb dispara 13%; assista

Privatização da Eletrobras, Brookfield compra 12 prédios e Locaweb dispara 13%; assista

Pai de santo procura Dilma e aconselha presidente: “proteja-se da besta Eduardo Cunha”

"O Eduardo Cunha é a besta. O trabalho dele é destituir a Dilma. Ele é um pai de santo de mão cheia, ele entende do canjerê", afirmou

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Em meio à crise política que o Palácio do Planalto vive atualmente, uma solução pouco ortodoxa ganhou destaque no noticiário da última quinta-feira. 

Segundo informações da coluna Radar Online, da Veja, um pai de santo procurou a presidente Dilma Rousseff ontem para entregar-lhe uma carta. Nela, continham alguns conselhos, sendo o que mais chamou a atenção foi o que dizia que a presidente deveria se afastar de alguns políticos.

E a principal recomendação foi para que se afastasse do atual presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que segundo o pai de santo, é uma “besta”, conforme afirmou à Folha de S. Paulo.

“O Eduardo Cunha é a besta. O trabalho dele é destituir a Dilma. Ele é um pai de santo de mão cheia, ele entende do canjerê. Basta olhar para a sua aura”, afirmou. “Se deixar, ele vai ser o presidente do Brasil. Ele é protegido pelo povo de rua, ele tem o poder sobre o mal.”

O pai de santo foi identificado como Pai Uzêda e conseguiu entrar no Planalto com autorização de uma funcionária da Secretaria de Relações Institucionais e ficou no quarto andar até ser retirado por funcionários.

Pai Uzêda disse ter procurado Dilma por “questão de ética e amor à presidente” e disse ter identificado três trabalhos contra a saúde da petista, sete contra ministros e duas macumbas com caveira de burro em frente ao Palácio da Alvorada. “Ela [Dilma] está desprotegida mas ainda está em tempo de se recuperar. Sou fã dela, mas ela precisa ser mais humilde. A mosca azul mordeu ela. Ela mexeu nos direitos dos trabalhadores. Ela não pode desfazer o que Lula, seu mentor, fez antes”, disse à Folha. 

Lara Rizério

Editora de mercados do InfoMoney, cobre temas que vão desde o mercado de ações ao ambiente econômico nacional e internacional, além de ficar bem de olho nos desdobramentos políticos e em seus efeitos para os investidores.

Leia também