O resumo dos 7 meses de eleições na Bovespa em um genial “diário do investidor”

Narrativa resumida no "diário do investidor brasileiro" mostra que o personagem teve grandes perdas - e poucos ganhos - entre março e outubro

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

SÃO PAULO – Na última semana, circulou nas caixas de e-mails de diversos analistas um relatório muito interessante entitulado “diário do investidor brasileiro” (título original: Diary of a Brazilian investor), relatando um fictício durante a época do “rali eleitoral”, que agitou a Bolsa entre março até os dias seguintes à reeleição de Dilma. O autor não foi identificado, mas as fontes que enviaram o relatório para a redação do InfoMoney informaram apenas que ele é um “grande administrador de recursos estrangeiros”.

O investidor narra a história e as agruras que sofreu durante um pouco mais de sete meses, em que teve que olhar mais para as pesquisas eleitorais – e as especulações sobre elas – ao invés de olhar para os fundamentos de empresas na Bovespa.

Entre o sobe-e-desce da Bolsa durante o período pré-eleitoral, muitos apostaram na alta na hora certa – mas uma boa parcela na hora errada, muitas vezes agindo mais pelo lado emocional do que pelo racional. Abaixo, você pode conferir a tradução da história completa do investidor que apostou – e perdeu muito dinheiro – com o rali eleitoral, ao fazer sempre as apostas em momentos errados. 

“É março de 2014, o Ibovespa está a 45 mil pontos.

O mercado começa a se mobilizar em meio às pesquisas que mostram que a Dilma não é tão popular como se pensava anteriormente. 

Eu (investidor brasileiro) não acreditei. Dilma vai ganhar, eu disse (penso eu), então eu ficarei em posição vendida/underweight (exposição abaixo da média do mercado) para o Brasil.

Abril, maio, junho, julho passaram e o mercado continuam com o seu rali no ‘efecto caera’.

Eu seguro meu nervosismo e continuei vendido… está doendo, mas Dilma ainda é a favorita… o Ibovespa já está a 55 mil pontos (22% de perda na minha posição short).

E então a tragédia chegou. Campos morreu e o mundo mudou (ou então eu achei isso).

Eu cubri minha posição short rapidamente (com uma perda) e fiquei vendido porque Marina pode e vai vencer Dilma. Marina é o Obama brasileiro … mudança … Hurah!! 

Minha perda não importa porque finalmente alguém vai conseguir tirar o PT do poder… Sim!!!!

Eu fiquei comprado no Ibovespa a 55 mil pontos e pensei: com Marina, o Ibovespa pode ir para os 65 mil fácil. Vou trazer o meu dinheiro de volta! Além disso, Dilma vai embora. Eu sou um campista feliz! 
Mas, então, mais pesquisas saem. Marina está caindo. Oh não! e … o mercado começa a descer. 
 
Perdi dinheiro na minha posição vendida e agora estou perdendo dinheiro com este novo momento… mas OK … desde que Marina vá para o segundo turno e tire Dilma… 
 
Mas as pesquisas seguem e Marina continua indo para baixo
 
O Ibovespa está de volta ao 55 mil pontos … .agghhhhhh eu deveria ter depositado minhas apostas quando o Ibovespa chegou a 62 mil pontos. O quão estúpido era eu, mas Dilma está fora… que bom…  
Primeiro turno das eleições vem e o choque! Aécio recebe 34% dos votos e vai para o segundo turno. Eu fico animado por que a soma de Aécio + Marina > Dilma. Dilma está fora !!! 
 
Eu acredito que Aécio possa vencer (ao invés de Marina) 
 
Mas, conforme o mês de outubro passa, o mercado vai para baixo. Agora estou abaixo dos 55 mil pontos em minha posição comprada e perco dinheiro… de novo!!!
 
Perdi dinheiro na minha posição vendida de 45 mil para 55 mil  e agora estou perdendo dinheiro em minha posição comprada de 55 mil para 51 mil. Agghhhhh! 
Mas você sabe o que (eu acho) … Dilma vai levar. Espero que o Aécio possa vencer, mas sei que Dilma vai ganhar. 
 
Eu sou tão inteligente! Agora vou entrar vendido porque vai ser o fim do mundo quando Dilma ganhar em uma semana. 
 
Ibovespa irá para 45 mil pontos e assim pelo menos eu vou ganhar 10% nesta fácil operação…
 
Isso me permitirá recuperar parte da perda anual de estar vendido na mínima e, em seguida, ter ficado comprado tão perto do topo. 
 
Segunda-feira 27 de outubro vem e Dilma ganha! Estou triste porque meu menino não chegou à presidência, mas estou bem com minha posição vendida… pelo menos eu vou fazer algum dinheiro e recuperar as perdas. 
 
Então, de repente… o mercado começa o rali… qual o problema??? !!! Oh não! Eu fui “stopado” novamente na minha posição vendida!! Short squeeze …. 
 
Buaaaaahhhhhhhhhhh !!!!!!!! Eu não entendi??!! Como isso pode ter acontecido!!!??? 
 
Há um ditado nos Estados Unidos: ‘olhe ao redor da mesa de pôquer; se você não pode ver o otário, você é ele’. 
 
Parece que os investidores globais não jogaram durante todo o ano e decidiram comprar o mergulho. Eles levaram os investidores locais para um passeio este ano ….”

Lara Rizério

Editora de mercados do InfoMoney, cobre temas que vão desde o mercado de ações ao ambiente econômico nacional e internacional, além de ficar bem de olho nos desdobramentos políticos e em seus efeitos para os investidores.

Leia também