InfoMoney lança plataforma para conectar investidores a startups

Objetivo é reunir na plataforma StartSe todos atores do cenário nacional de startups e se tornar referência nacional no tema

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

(SÃO PAULO) – O InfoMoney lançou no último dia 10 o StartSe (www.startse.com.br), plataforma on-line para conectar investidores, mentores, aceleradoras, incubadoras e grupos de investimento a startups e empreendedores. O objetivo é reunir e organizar todos os atores do cenário nacional de startups em um ambiente único, onde possa haver interação e relacionamento entre todas as pontas.

O mercado de startups no Brasil cresce rapidamente e a expectativa para os próximos anos é de uma expansão ainda maior. “Quando comparamos o mercado nacional de startups com os Estados Unidos, percebemos que há uma grande oportunidade a ser explorada”, afirma Alison Paese, cofundador do StartSe. Por aqui são cerca de 10 mil startups e pouco mais de 6 mil investidores-anjo, enquanto nos Estados Unidos os números passam de 250 mil startups e 200 mil investidores-anjo.

Segundo levantamento realizado pela organização Anjos do Brasil, a expectativa é que sejam investidos R$ 2,6 bilhões em startups brasileiras até o final de 2015.

As áreas de maior interesse dos investidores brasileiros são TI, aplicativos, educação, saúde, biotecnologia, e-commerce e entretenimento. O valor médio investido em cada startup é de R$ 687 mil. Essa média é puxada para cima por conta dos altos investimentos feitos em algumas startups de muito sucesso, mas a maioria dos investimentos não passa dos R$ 100 mil. Outro ponto importante é a disposição dos investidores-anjo em fazer mais dois ou três investimentos nos próximos dois anos, segundo a pesquisa.

Para se cadastrar no StartSe, basta criar uma conta gratuita e registrar-se de acordo cm o seu perfil: se for empreendedor, pode cadastrar sua startup, inserir apresentações, vídeo-pitch e uma série de outras informações.

A plataforma é, também, uma ótima fonte de pesquisa de bons projetos e startups para investidores, aceleradoras e fundos de investimento, pois podem manter contato direto com os empreendedores, seguir a evolução do novo negócio e oferecer contribuições para seu desenvolvimento.

Equipe InfoMoney

Leia também