Fofocas na política: Dilma não será madrinha de Kátia Abreu e Aécio exibe barba “petista”

O noticiário econômico e político está cada vez mais fervoroso entre os brasileiros, mas mesmo assim assuntos de importância questionável continuam ganhando espaço na imprensa

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Enquanto a Petrobras teve seu rating rebaixado e os dados econômicos do governo decepcionaram – mesmo não sendo esperado muito deles – a coluna social também ganha destaque na política brasileira, mostrando que não é só de disputas que vive o Legislativo. Isso tanto na oposição quanto no governo. Enquanto a expectativa é grande pelo casamento da ministra da Agricultura, Kátia Abreu, os comentários também se espalham em Brasília sobre o novo visual de Aécio Neves.

Conforme destacou a coluna Radar Online, da Veja, por uma questão de segurança, Dilma Rousseff não vai mais ser madrinha de casamento de Kátia Abreu. “As duas chegaram à conclusão de que o ritual do casamento, com o cortejo, a espera em pé e tudo mais, era incompatível com a exigência de seguranças em torno de Dilma”, afirmou o colunista.

Kátia vai se licenciar do cargo de ministra para tomar posse e votar na eleição para a presidência do Senado no domingo (1). Tudo deve acabar por volta de 17h. Logo depois, às 19h30, ela se casa com o engenheiro agrônomo Moisés Gomes. A propósito, ela não viajará de lua de mel. 

Aécio “petista”?
Enquanto isso, no PSDB, os comentários são grandes sobre o novo visual de Aécio Neves. Com barba após um mês de férias, o visual chamou a atenção dos presentes na reunião da nova bancada do partido na Câmara nesta sexta-feira e rendeu muitos comentários. Segundo o Estadão, “enquanto alguns elogiaram, outros disseram que a barba fazia com que o tucano ficasse com cara de petista” e até o compararam com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Os trabalhos no Legislativo já começaram. E, pelo que parece, o ano de 2015 será bastante movimentado. 

Lara Rizério

Editora de mercados do InfoMoney, cobre temas que vão desde o mercado de ações ao ambiente econômico nacional e internacional, além de ficar bem de olho nos desdobramentos políticos e em seus efeitos para os investidores.

Leia também