De eleitora que ganhou prótese a Tiririca “Roberto Carlos”: quem roubou a cena na semana

Primeira semana de campanha no rádio e TV contou com candidatos-celebridade e polêmicas com Tiririca sendo processado; confira o que aconteceu

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A primeira semana do programa eleitoral em rádio e TV já tinha tudo para ser bastante movimentada, ainda mais por contar com a tão esperada decisão do PSB sobre quem seria o seu candidato após a morte de Eduardo Campos, mesmo já sendo quase certo que a candidata seria a ex-senadora Marina Silva. Mas, apesar de Marina ter sido o grande destaque, assim como os seus atritos dentro do partido, a semana não foi só dela. Muitos outros políticos e até o eleitorado ganharam destaque nesta semana eleitoral.

Para começar pelas propagandas, destaque para a apresentação de uma Dilma Rousseff menos CEO e mais “dona de casa” em seu programa de estreia no horário eleitoral, na última terça-feira, em que ela aparecia cortando tomates e fazendo macarrão. Porém, o blog Beyond Brics, do jornal britânico Financial Times, sugeriu que a “versão Ana Maria Braga” da presidente não convenceu o eleitorado e que ela estaria bastante desconfortável.

Ainda sobre o programa de Dilma, uma moradora do sertão da Bahia disse à Folha de S. Paulo que recebeu dentes novos um dia antes de gravar imagens com a presidente. “Tudo que tenho aqui foi Dilma que me deu”, disse Marinalva Gomes Filha, da cidade de Paulo Afonso. Depois do questionamento, ela mudou a versão e disse que foi ao dentista da cidade.

Dentre os programas para o governo de São Paulo, Paulo Skaf (PMDB), segundo colocado nas pesquisas, atacou veemente o primeiro colocado Geraldo Alckmin (PSDB), dizendo que “faltava ao atual governador tesão para exercer o cargo”. Oscar Maroni, o dono da boate Bahamas, saiu em defesa do candidato em fala à Folha: “É uma aberração falar isso. Se há alguém com tesão em fazer política e governar, é o Alckmin”.

E o horário eleitoral não para por aí: os candidatos a deputado também ganharam os holofotes. Entre os “candidatos-celebridade”, de Dr. Rey a Sérgio Reis pediram votos para a população, mas um candidato à reeleição ganhou um destaque especial. O comediante e deputado federal Tiririca (PR), que busca o seu segundo mandato após uma votação recorde em 2010 imitou, em seu programa eleitoral Roberto Carlos e cantou a sua versão de “O portão”. Porém, a brincadeira pode sair caro: a editora de música Sony/ATV Music vai processá-lo pelo uso não autorizado do sucesso do cantor.

Fora das propagandas, um jornalista ganhou destaque no cenário eleitoral. William Bonner, que apresenta o Jornal Nacional, foi bastante falado nesta semana devido a seu tom duro ao entrevistar os candidatos à presidência, o que rendeu a ele uma montagem como o “vilão” do filme “Meu Malvado Favorito”.

Por fim, não podemos deixar de falar de um dos desafios que vem mobilizando os famosos desde a semana passada e que já entrou para a classe política. É a campanha de conscientização sobre a ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica), que consiste em gravar um vídeo virando um balde de cheio de gelo na cabeça e desafiar alguém a fazer o mesmo. Eduardo Suplicy (PT), candidato ao senado em São Paulo, virou um balde de água em sua cabeça e desafiou os seus concorrentes José Serra (PSDB), Gilberto Kassab (PSD) e Ana Luiza (PSTU). Vale esperar se eles vão fazer. Dentre os políticos que participou da campanha, mesmo que não da forma mais convencional, está o deputado Paulo Maluf (PP), que postou uma foto na piscina, dizendo que participa da campanha “de alguma forma”. Pelo que foi visto nesta semana, o pré-eleições promete dar o que falar. 

Lara Rizério

Editora de mercados do InfoMoney, cobre temas que vão desde o mercado de ações ao ambiente econômico nacional e internacional, além de ficar bem de olho nos desdobramentos políticos e em seus efeitos para os investidores.

Leia também