Cobertura de hangar desaba no Aeroporto de Congonhas após tempestade

A chuva e ventos causaram a ruptura e a consequente queda da estrutura do teto do hangar da empresa Target, segundo informações da Infraero

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A chuva causou mais estragos em São Paulo na noite desta quinta-feira (8). Passada a tempestade no final de dezembro que provocou queda de várias árvores na capital, a chuva desta vez causou o desabamento da cobertura de um hangar sobre um avião no Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, ninguém se feriu. 

Ambulância chegaram a ir ao local para atender possíveis vítimas, mas não houve necessidade de socorro médico. O problema também não afetou o funcionamento dos terminais de passageiros do aeroporto, mas, por conta da chuva, chegou a ficar fechado por 22 minutos, entre às 18h33 e 18h55 (horário de Brasília). 

A chuva e ventos causaram a ruptura e a consequente queda da estrutura do teto do hangar da empresa Target, de acordo com informações da Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária). As rajadas de vento, com velocidade de 85 km/h, começaram por volta das 18h35 no aeroporto.

Além do hangar da Target, um dos hangares da TAM Aviação Executiva, que fica ao lado do que desabou, também foi danificado, mas sofreu apenas um pequeno destelhamento, sem desabamento da estrutura. A Target disse que não vai se pronunciar até saber mais detalhamentos sobre as causas do acidente. 

Paula Barra

Leia também