Após duras entrevistas, Bonner se transforma em “Meu Malvado Favorito” na internet

O jornalista resolveu levar com bom humor as críticas a ele e retuitou em seu perfil no Twitter o post de um internauta que o coloca em uma montagem do cartaz da animação Meu Malvado Favorito, mas logo apagou

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O tom bastante duro com que William Bonner está entrevistando os candidatos à presidência – e que ficou evidenciado na entrevista realizada com Dilma Rousseff no Jornal Nacional desta semana – segue repercutindo nas redes sociais. E até o próprio jornalista da TV Globo resolveu brincar com o que estão falando dele.

O jornalista resolveu levar com bom humor as críticas a ele e retuitou em seu perfil no Twitter o post de um internauta que o coloca em uma montagem do cartaz da animação Meu Malvado Favorito. Ele apareceu como mentor dos bonequinhos amarelos, no papel que seria do “vilão” Gru. “Muahahahahahahaha”, disse Bonner na legenda da imagem, como se fosse uma risada maquiavélica. Contudo, conforme ressaltou a coluna Radar da Veja, de Lauro Jardim, o apresentador mudou de ideia e apagou a postagem.

Bonner está ganhando destaque por ter entrado em temas bastante espinhosos para os candidatos em seus questionamentos.O primeiro entrevistado foi Aécio Neves (PSDB), em que ele questionou o aeroporto de Cláudio, sendo o candidato seguinte Eduardo Campos, na véspera da morte do candidato do PSB. Campos foi questionado sobre uma possível influência sua na eleição de sua mãe, Ana Arraes, para o TCU. Já Dilma teve questões sobre economia e corrupção no PT. Pastor Everaldo, do PSC, e quarto colocado nas pesquisas, também foi entrevistado. 


Lara Rizério

Editora de mercados do InfoMoney, cobre temas que vão desde o mercado de ações ao ambiente econômico nacional e internacional, além de ficar bem de olho nos desdobramentos políticos e em seus efeitos para os investidores.

Leia também