Aplicativo Lulu: até onde vai a diversão?

Programa que atribui notas aos homens já registrou seu primeiro conflito e recebeu uma "resposta"

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Chegou ao Brasil na última quarta-feira (27) o aplicativo nomeado Lulu. Sua finalidade? Atribuir notas aos homens partindo de princípios como beleza, simpatia, ambição, entre outros atributos.

Com poucos dias de vida, o app já virou febre entre as brasileiras e também tem dado seus primeiros sinais de confusão. Segundo reportagem da Revista Época, o estudante de direito Felippo Almeida Scolari entrou com uma ação contra o programa na 2ª vara do Juizado Especial Cível de Vergueiro, em São Paulo, após ver o que havia sido publicado a seu respeito.

Revoltado com as hashtags (#) que encontrou, Scolari tentou retirar seu perfil do aplicativo, que supostamente oferece uma ferramenta para deletar sua página, caso não queira ser “avaliado”, mas seu pedido foi negado diante da afirmação de que o Facebook teria de aceitar seu pedido antes.

Frente a esse impasse surge uma questão que tem se feito cada vez mais presente com a popularidade das redes sociais e a, cada vez maior, exposição da vida alheia: até onde vai a diversão?

Só para entender, o programa seleciona perfis aleatórios de amigos das mulheres que se cadastram, ou seja, eles não são questionados previamente se desejam ser avaliados. Acredito que essa “brincadeira” não é justa com aqueles que não desejam encontrar pessoas, muitas vezes aleatórias, julgando suas vidas em um aplicativo.

E se engana quem pensa que parou por aí. A resposta dos homens já tem até nome: Tubby. O aplicativo que deve ser lançado dentro de uma semana tem a mesma proposta do Lulu, mas é voltado para a avaliação das mulheres.

Homens e mulheres vão se alfinetar nos aplicativos ou vão levar na esportiva? Comente o que você pensa sobre o assunto!

Gabriella D'Andréa

Leia também