A imagem que fará você acreditar de vez que existe uma bolha na China

Vendedor de bananas com homebroker aberto relembra a anedota do engraxate em Wall Street dias antes do "crash" de 1929 na Bolsa de Nova York

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Muitos analistas se preocupam com o que pode ser uma bolha no mercado de ações chinês, que chegou às máximas históricas nos últimos meses e agora se encontra em um período de forte correção em meio à onda de IPOs (Oferta Pública Inicial na sigla em inglês). O governo bem que tem tomado medidas para impedir um “crash”, mas os analistas de mercado estão bastante céticos com a eficiência dessas medidas – e preocupados com as consequências desse estouro).

Em meio a todo esse pânico, uma imagem no mínimo retratando fielmente o cenário de “bolha” na China curiosa tem rodada não só os computadores de bancos e corretoras como também as redes sociais. Trata-se de um vendedor ambulante de bananas que usa uma folga no expediente para abrir seu home broker e comprar e vender ações.

O caso lembra imediatamente a anedota envolvendo Joseph Kennedy, que um dia foi engraxar seus sapatos e acabou ouvindo conselhos de investimentos do engraxate. Intrigado, já que o mercado acionário sempre foi visto como um lugar onde apenas os mais ricos colocam seu dinheiro, ele decidiu vender todos os papéis que tinha na Bolsa. Pouco tempo depois aconteceu a “sexta-feira negra”, o crash da Bolsa de Valores de Nova York que marcou o início da Grande Depressão.

Para entender mais sobre bolha na China e em outros mercados, leia a revista InfoMoney deste bimestre

Veja a imagem postada por Ricardo Amorim abaixo: 

Vendedor de banana trader

Equipe InfoMoney

Leia também