Pequenas economias, grandes resultados!

Você conhece pessoas que parece que "fazem mágica com o dinheiro"? Como elas pensam?

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

Frequentemente ouço pessoas me dizerem frases como esta:

“R$ 10,00 não vai fazer diferença”

“Poupar R$ 50,00 por mês? Isto não vai mudar em nada meu futuro.”

“Por que eu vou deixar de comer UMA pizza por mês? Este tipo de economia não vai me deixar rico”

Será mesmo?

Se pensarmos isoladamente, realmente, uma única ação, não vai mudar a vida de ninguém, porém, mais uma vez, falo da mudança de hábitos! Se você, assim, como estas pessoas está acostumado a pensar desta forma, com certeza pensa o mesmo quando vê o saldo do banco em vermelho…

Com certeza você conhece pessoas que parecem “fazerem mágica com o dinheiro”; como um assalariado que está com um carro novo quitado, ou que comprou todos os móveis da casa à vista, não conhece?

Agora, vamos refletir sobre estes 2 perfis:

Quem tem o hábito de não se importar com pequenos valores, diversas vezes deixa passar boas oportunidades de conquistar coisas que realmente interessam! Abaixo, alguns exemplos do nosso dia a dia:

No almoço:

– 1 suco ou refrigerante R$ 5,00

– 1 chocolate R$ 3,00

No happy hour:

– 1 chopp a mais, com os 10% do garçom: R$ 8,00

– 1 estacionamento que você poderia ter ido de carona ou dividido com o amigo:  R$ 10,00

Em casa:

– Desperdício na conta de luz:  R$ 5,00

– Preguiça ou falta de tempo para renegociar a internet e a TV a cabo: R$ 20,00

– Não conferir contas de celular e/ou telefone: R$ 10,00

– Desperdício de água (agora, obrigatória a atenção extra por boa parte do país): R$ 10,00

– Colocar os produtos no carrinho do supermercado sem ver os preços: R$ 20,00

– Pagar contas com atraso, inclusive o cartão de crédito: R$ 40,00

É claro que nem todos estes gastos servem para todos os leitores, talvez, alguns sirvam, outros não;

mas te convido a refletir sobre os seus gastos, e coisas que muitas vezes você deixa passar, sem dar a devida importância; sugiro que pegue um papel e uma caneta e faça este exercício: analise, o quanto você pode tirar de desperdícios nestas pequenas coisas, e faça disto uma meta. 

Repare que eu não dei exemplos radicais como: nunca mais comer pizza! Eu simplesmente coloquei: UM chocolate a menos, 1 bebida a menos, no mês! Renegociar e prestar a atenção nas contas, diminuir o DESPERDÍCIO! Ou seja: Dar mais atenção a “coisinhas” que deixamos passar, em breve isto se tornará um hábito, entrando no “automático”, e então, verá como é possível transformar em coisas que realmente te trazem qualidade de vida.

Na soma dos gastos que citei, seria possível economizar R$ 131,00 por mês! Com estes pequenos ajustes! Se multiplicarmos por 12, ao ano será possível economizar: R$ 1572,00!! Sem grandes sacrifícios, concorda??

Você está tirando do desperdício, e vai passar a usar este valor para você! Imagine se conseguir poupar mais! Ou então, multiplique este valor por 3 anos: são R$ 4.716,00, ou por 5 anos: R$ 7.860,00! Valores estes suficientes para fazer uma viagem, inclusive, para fora do país, ou qualquer outra coisa que valha mais a pena do que desperdiçar!

Como consequência desta reflexão e desta mudança de atitude, você começará a colher resultados diferentes, comprovando que pequenos atos fazem uma grande diferença!

Por isso que algumas vezes observamos muitas famílias que ganham pouco, mas sabem fazer com que o seu dinheiro renda mais se comparando com famílias que ganham muito mais, e parece que nunca conseguem equilibrar as contas.

Você pode não ficar milionário com isto, mas com certeza trará mais qualidade de vida para toda a sua família!

Se você não começar agora, quando o fará?

Pequenas economias, grandes resultados!

Alessandra Coser