Educação Financeira – o que as empresas precisam saber sobre o tema

A Educação Financeira abrange diversas focos da vida, e temos mostrado isto neste blog, mas... por que a empresa também deve se preocupar com ela?

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

Funcionários endividados faltam mais, solicitam mais licenças médicas, afastamentos, abonos, possuem maior inclinação a cometer erros e sofrer acidentes de trabalho, além dos conflitos pessoais, que os deixam desatentos e desmotivados; tudo isso acaba por refletir no resultado das organizações.

Nos EUA o prejuízo chega a cerca de U$ 150 bilhões por ano!

Apesar de no Brasil ainda não existir esta estatística, será que é muito diferente?  

Sabemos e vivenciamos casos de excelentes profissionais que pedem para serem demitidos, na expectativa de um acordo para saldar as dívidas, por exemplo – mas… e depois?

É um círculo vicioso! Se não há educação financeira, tudo começa tudo novamente…

Muito comum também são funcionários faltarem para fazerem outro serviço e complementarem a renda, e tem também os casos mais graves, que afetam inclusive, a saúde.

Lembrem-se: não tivemos Educação Financeira na escola! E para grande parte da população brasileira, não se aprende isto dentro de casa!

Para a empresa alcançar os objetivos da melhor maneira possível, ela precisa saber dar importância aos interesses individuais dos seus colaboradores, para que eles também alcancem seus objetivos.

Um programa de Educação Financeira na empresa, se bem elaborado, estreita a relação empresa/funcionário, estimulando a permanência dos colaboradores, facilitando a fluidez de processos, e provocando um estímulo para um maior aperfeiçoamento profissional, revertendo em uma equipe com melhor desempenho e satisfação, ou seja, produzindo mais e melhor!

Funcionários financeiramente educados, podem significar lucro já no curtíssimo prazo!

Um programa de Educação Financeira adequado, pode solucionar diversos problemas enfrentados pelo RH das empresas.

Empresa: Cuide de seu colaborador. Ele cuidará melhor de seu negócio!

 

Alessandra Coser