<i>Workaholic</I> pode prejudicar ambiente de trabalho

Eles dormem menos, trabalham a qualquer hora, até no final de semana, e têm uma visão distorcida de lazer: sem descanso, ficam mais agressivos!

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – De acordo com o médico especializado em medicina comportamental, Dr. Marcelo Dratcu, ser um profissional que gosta do trabalho e de cumprir metas é fundamental para o bom funcionamento de uma equipe, mas se tornar um workaholic pode prejudicar o relacionamento com os colegas.

“Ainda que trabalhar muito possa ser considerado por superiores ou pelo próprio profissional como pré-requisito para uma boa performance, em algumas situações isto pode ser um tiro pela culatra. O workaholic nem sempre tem um desempenho bom quanto gostaria de ter”, explicou Dratcu.

Comportamento

Além de perder em produtividade, o workaholic pode se prejudicar no que diz respeito ao relacionamento com os colegas de trabalho, já que dorme menos, trabalha a qualquer hora e tem uma visão distorcida de lazer.

Aprenda a investir na bolsa

“Ele é muito competitivo, agressivo e intolerante com os colegas, criando um péssimo ambiente de trabalho, principalmente quando os outros não seguem o mesmo ritmo”, disse o médico.

Consequências

O resultado do comportamento ruim é o isolamento e a queda na qualidade de vida e da produtividade deste profissional. Os workaholics, segundo Dratcu, alcançam o sucesso logo no início de carreira, mas vão minando sua saúde. “Isto é muito frequente naquelas pessoas que se expressam com raiva e impaciência”, disse.

Para combater o problema, deve-se mudar o estilo de vida, com prática de exercícios físicos, higiene do sono, dieta saudável e lazer. “Usar o bom senso, aceitando que não é uma máquina e que precisa de momentos de descanso o tornará ainda mais produtivo no trabalho”.