WEG cancela acordo para reduzir jornada de trabalho e salário de 7 mil funcionários

Reações divergentes de segmentos da empresa à fatores externos contribuíram para o cancelamento do acordo

SÃO PAULO – A WEG (WEGE3), em conjunto com o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Metalúrgicas de Jaraguá do Sul e Região, anunciou nesta quinta-feira (21) o cancelamento do acordo para redução de jornada de trabalho, aprovado em abril.

Segundo a fabricante de motores elétricos, tal acordo era uma forma de minimizar o impacto da crise financeira em alguns segmentos. No entanto, devido ao fato de alguns setores da empresa estarem respondendo de maneiras distintas às medidas de estímulo ao consumo, a companhia preferiu reformular a decisão.

A WEG cita os segmentos de motores elétricos e de motores industriais para explicar o ocorrido: enquanto o primeiro respondeu favoravelmente à redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), o que elevou o ritmo de produção desse ramo da companhia, o segundo continua sendo afetado pela redução do investimento em expansão de capacidade produtiva.

Nova proposta deve ser votada em breve

A companhia espera apresentar uma nova proposta que permita mais flexibilidade da produção, respondendo às mudanças no mercado. “Infelizmente não temos ainda uma situação de melhoria generalizada dos mercados. No atual cenário, precisamos aproveitar todas as oportunidades de negócios, atendendo os clientes com rapidez. O novo acordo deve refletir esta realidade”, disse o presidente da empresa, Harry Schmelzer Junior.

O acordo ora cancelado abrangia aproximadamente 7 mil funcionários e previa
a redução de 25% da jornada e 20% dos salários por um período de 90 dias, até o dia 20 de julho deste ano.