Você sabe a diferença de terceirização e outsourcing?

O primeiro diz respeito ao uso estratégico de recursos externos e o segundo, a um trabalho mais braçal; quando usar o outsourcing?

SÃO PAULO – No mundo corporativo, diversos termos técnicos são usados e cabe aos profissionais procurar saber o significado exato de cada um deles. Uma confusão feita muitas vezes é em relação a outsourcing e terceirização. Você sabe a diferença entre os termos?

O outsourcing (out= fora e source = fonte) é o uso estratégico de recursos externos para as atividades que são foco principal da empresa. É praticamente designar serviços a terceiros, sendo que este trabalho demanda equipamentos, know-how e mão-de-obra especializada.

Por outro lado, a terceirização trata de serviços ligados ao trabalho mais braçal, como portaria e segurança, que quase sempre não requerem conhecimentos técnicos específicos.

Decisão

PUBLICIDADE

Apesar do auxílio externo, a empresa contratante é quem está no comando e deve gerenciar as atividades. Uma pessoa ou equipe de fora deve ser buscada quando é preciso completar o know-how e o expertise do grupo interno.

A busca por um auxílio se faz importante diante de um cenário corporativo de mudanças constantes e de competição acirrada, devido à globalização. Tudo isso faz com que empresas, de todos os portes, sejam obrigadas a se adaptarem, bem como seus profissionais.

Existem diversas estratégias que podem ser usadas para que a empresa lide com esses problemas e uma delas é o outsourcing.

Por que usá-lo?

Dentre os pontos positivos do outsourcing, estão ganhar vantagens estratégias que não estão disponíveis internamente; manter o número de colaboradores, independente do aumento da produção; acessar novos recursos humanos e tecnológicos; eliminar custos com recrutamento, seleção e gestão de recursos humanos; e controlar cronogramas.

Antes de contratar um Outsourcing, é preciso que a empresa faça uma auto-análise, determinando seus principais objetivos. O trabalho começa com a identificação das necessidades da empresa. Depois disso, deve-se escolher um parceiro e estabelecer seu papel.

De acordo com o gerente de outsourcing da Macro Auditoria e Consultoria, empresa que oferece esse tipo de serviço nas áreas contábil, fiscal e trabalhista, existem hoje muitos tipos de empresas que atuam nessa área.

“De modo geral, no Brasil, o nome outsourcing está sempre relacionado com tecnologia de informação (TI). Mas com a dinâmica da economia, a alta competitividade e a necessidade de especialização impulsionando o uso desse artifício, as áreas contábil e fiscal também vêm se destacando e entrando de vez no mercado de outsourcing”, afirmou, completando que o recurso otimiza os custos.