Você é ativo ou passivo em relação ao seu plano de carreira?

Saiba identificar se sua postura em relação aos seus objetivos tem sido passiva ou ativa, para evitar a estagnação

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Muito se fala sobre a importância de o profissional possuir um plano de carreira. Ele deve saber onde quer chegar e traçar metas que mostrem como alcançar seus objetivos. Mas o que muitos não sabem é que podem acabar com uma postura passiva com relação a este plano. Você sabe identificar se já caiu nesta armadilha?

Profissional ativo

Gerenciar a própria carreira é essencial para que você possa chegar onde almeja. Isso significa calcular cada passo e atitude, mesmo diante da correria do dia-a-dia.

Outro fator que diferencia o profissional que tem um plano de carreira ativo é o fato de ele mesmo determinar seus objetivos. É claro que dúvidas surgem no meio do caminho e pedir ajuda não é problema, desde que a decisão seja sua. Veja outras atitudes que mostrem que você é ativo:

  • Saber administrar o desenvolvimento: escolher qual curso quer fazer e a importância dele;
  • Ir em busca de desenvolvimento: promover a renovação;
  • Atingir metas: isso mostra que segue seu plano de carreira.

A passividade

Aprenda a investir na bolsa

Ela pode ser notada a partir do momento em que sua carreira passa por uma estagnação e você simplesmente não sabe que decisão tomar. Além disso, outro problema que ajuda a identificá-la é o comportamento de aceitar tudo o que é proposto sem nem, ao mesmo, pensar e decidir. Outros fatores podem ajudar a reconhecer se caiu na passividade:

  • Fica em uma posição muito mais tempo do que o necessário: outro sinal de que não está crescendo.
  • Troca de emprego, mas só pensa se irá ganhar mais: em alguns casos, é melhor ter um salário menor em uma empresa que propicie crescimento!
  • Fica satisfeito ao ser considerado apenas bom: é preciso querer sempre mais!