[VISAEMP] … que 65% das empresas familiares não têm remuneração executiva baseada no mercado?

Falta de critério não fornece ao gestor o real valor de sua contribuição, o que pode criar distorções no sistema de meritocracia

Aprenda a investir na bolsa

A maioria das empresas familiares (65%) do Brasil não tem remuneração executiva baseada em critério de mercado. É o que indica levantamento realizado pela consultoria Höft, com empresas entre 18 e 90 anos de existência de todas as regiões do País.

Desse total, 14% dos entrevistados afirmaram que estão em fase de implementação da remuneração executiva na empresa, enquanto 14% estão planejando e 37% não iniciaram.

Problemas

Aprenda a investir na bolsa

Para a consultoria, a falta de critério não fornece ao gestor o real valor de sua contribuição à empresa, o que pode criar distorções no sistema de meritocracia e nos resultados da prática empresarial.

Apesar da remuneração não seguir os critérios do mercado, 45% das empresas são administradas com transparência e baseadas em padrões de mercado.