Vida profissional: líder deve encantar clientes

Segundo o consultor, não há "santo que ajude" a conquistar clientes, caso o problema seja na postura do profissional que comanda a equipe

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Muito mais do que saber lidar com a própria equipe, o líder deve se esforçar para encantar os clientes. Isto porque de nada adianta ter um time bom, se não há a quem atender.

De acordo com o consultor em gestão de pessoas, César Souza, sem liderança eficaz, de nada adianta investir em campanhas publicitárias e ações de marketing. Se o problema está na postura do profissional, então, “não há santo que ajude a conquistar clientes”.

E isso deve ser feito com muito respeito. O contato com o cliente deve ser o de prestador de serviço. Se houver problemas, peça desculpas e resolva. Caso o resultado tenha sido positivo, comemore com ele a parceria.

Mitos e verdades

PUBLICIDADE

Um fato com relação à liderança é a de que ela deve ser feira com pró-atividade, na criação de condições para que toda a equipe sugira novas idéias, e agrade o cliente. Mas o que deve ser desmistificada é a idéia de que o “comandante” deve formar seguidores.

“Assim, só se formam gerentes eficazes e não novos líderes. As empresas do futuro são aquelas que procuram formar uma fábrica de líderes”.

Ainda segundo Souza, o líder deve estimular o funcionário a saber como fazer o que lhe é proposto, preparando-o para atender clientes em uma possível ausência. É preciso oferecer algo que vá além das atividades dos membros da equipe, os desafios profissionais.

Além do esperado

O consultor ainda afirmou que é preciso ultrapassar os resultados esperados: surpreender é uma característica fundamental nos profissionais do futuro. O líder ainda deve servir de exemplo e disseminar valores.

“As pessoas devem se perguntar: estabeleço metas ou ofereço uma causa? Formo líderes ou seguidores? Surpreendo com os resultados ou entrego o combinado? A minha visibilidade é de 360 graus?”, afirmou.