Verão: 24 mil profissionais temporários devem ser contratados no País

Segundo a Asserttem, as vagas são para trabalhar nos setores de lazer, entretenimento, indústria e comércio

SÃO PAULO – Sol e verão para muitos são sinônimos de férias. Mas para quem está procurando um trabalho, o verão significa oportunidade de emprego. Segundo a Asserttem (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário), até o final de janeiro, 24 mil trabalhadores temporários devem ser contratados. 

A maioria das vagas é do setor de lazer e entretenimento, responsável por 75% das contratações. Em seguida aparecem a indústria e o comércio, com 6 mil vagas, ou seja, 25% do total.

A previsão é que 14% dos profissionais sejam efetivados. Segundo a entidade, os postos temporários são a porta de entrada para mercado de trabalho. A previsão é que, nestas férias, o índice de primeiro emprego deve ser de 25%.

PUBLICIDADE

Sobre as vagas
Em relação às funções, na área de lazer, as principais são para atendimento, monitoramento, recreação, salva-vidas, operadores de brinquedos, garçons, operador de turismo, serviços de quarto e de cozinha.

Os interessados em se candidatar devem ter liderança, capacidade de trabalhar em grupo, responsabilidade e simpatia. A remuneração varia entre R$ 40 e R$ 150 por dia trabalhado. Candidatos entre 18 e 39 anos têm mais chance de contratação.

Vale destacar que há oportunidades inclusive para estudantes em último ano dos cursos de psicologia, publicidade, educação física, pedagogia, turismo, hotelaria e administração. Ter fluência em inglês e espanhol é considerado um diferencial.

Já para as vagas da indústria e comércio, o candidato deve ter o 2º grau completo, ter facilidade de comunicação e simpatia. Em alguns casos, experiência anterior pode contribuir para o candidato ser selecionado. 

Os salários são de R$ 700 a R$ 2,7 mil ao mês. Candidatos entre 18 e 39 anos devem ocupar 80% das oportunidades.