Veja se você tem perfil para trabalhar em escritórios virtuais

Segmento cresce no Brasil e abre portas para quem tem afinidade com a internet; interessado deve ter cultura flexível

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Algumas empresas já aderiram à prática de manter um escritório virtual. Com a resolução de questões de comércio nacional e internacional, prestação de serviço em geral e de outros negócios, os empreendedores buscam esta nova ferramenta de contato com clientes e consumidores, o que gera mais oportunidades de emprego para quem gosta do ambiente virtual.

Segundo dados da empresa Virtual Office, especialista no segmento, este tipo de negócio gera cerca de 3.500 novas vagas anuais, direta e indiretamente no País, sendo que o faturamento no setor é de US$ 80 milhões.

Ainda de acordo com a empresa, existem cerca de 480 escritórios no Brasil, sendo que 75% deles estão localizados em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Fortaleza e Porto Alegre. A taxa de crescimento é de 4,5% ao ano.

Possibilidade de trabalho

Aprenda a investir na bolsa

Quem tem afinidade com a internet pode encontrar o trabalho que deseja neste segmento. Mas você sabe o que faz a pessoa que trabalha neste segmento? De acordo com a diretora da Virtual Office, Mari Gradilone, os profissionais começam em contato direto com clientes e consumidores.

“Os profissionais inciam seus planos de carreira no atendimento personalizado e específico, podem passar depois para a supervisão e depois para a gerência, função responsável por todo o trabalho desenvolvido no escritório”, disse Mari.

Perfil do profissional

Ainda de acordo com a especialista, não existe nenhum tipo de formação acadêmica específica para o mercado de escritórios virtuais.

Para integrar a equipe, porém, é preciso ter cultura flexível, ser polivalente, ter noções de administração, hotelaria e marketing, ser comunicativo, conhecer informática, ter bons conhecimentos da língua portuguesa e noções de inglês e espanhol.