7 erros

Veja o que não fazer na hora de pedir demissão

Pedir demissão já é uma situação delicada, especialmente se você não está no melhor dos relacionamentos com seu chefe

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Muitas pessoas permanecem mais tempo do que deveriam em empregos que não gostam. Essa situação leva qualquer profissional a certos desgastes de trabalho e relacionamentos que, na maioria das vezes, acaba por provocar sua saída da empresa. Além disso, a demissão também é motivada por fatores como salário, oportunidades de desenvolvimento e até mesmo uma mudança na área de atuação.

Se você está em uma dessas situações e resolveu pedir demissão, confira sete erros que devem ser evitados para não tornar o desafio ainda mais difícil:

1. Pedir demissão inesperadamente e sem aviso prévio: mesmo que você tenha chegado ao limite da paciência em seu emprego atual, sair sem dar nenhum aviso prévio é inaceitável. A prática comum de demissão envolve duas semanas, pelo menos, de aviso para que os empregadores possam se preparar para sua saída e toda a burocracia seja feita como necessário. Demitir-se sem esses passos irá prejudicar e até mesmo eliminar o contato profissional com a empresa e impedi-lo de aproveitar próximas oportunidades na companhia.

Aprenda a investir na bolsa

2. Não considerar suas opções: estar infeliz no seu emprego atual não significa que você deve sair definitivamente da empresa, pois essa atitude pode não resolver seus problemas de carreira. Se a sua mentalidade profissional é a de que a grama da empresa vizinha é sempre mais verde, então nenhuma vaga será suficiente para corresponder suas expectativas.

3. Não formalizar o pedido: informar seu chefe verbalmente não é suficiente. Você deve escrever uma carta ou documento em que pede a demissão – a depender das normas da empresa – para que o processo se concretize e seja oficializado.

4. Não pedir por uma entrevista de saída: esse tipo de prática varia de empresa para a empresa, mas mesmo que a sua não a solicite, considera a oportunidade. Fechar seu ciclo de trabalho com uma última avaliação, entrevista ou simples reunião é uma excelente maneira de partir para as próximas oportunidades profissionais.

5. Não pedir por uma referência: não saia sem pedir ao seu chefe e até mesmo colegas de trabalho que sirvam como referências profissionais para futuras vagas.

6. Espalhar fofocas: pedir demissão é uma situação que já possui enormes potenciais negativos. Por isso, você deve fazer o seu melhor para que todas as lembranças na empresa, especialmente as últimas, sejam positivas.

7. Não resolver coisas pendentes: é essencial que você saia de seu trabalho com a certeza de que tudo está resolvido. Não deixe coisas pendentes para que os próximos colegas tenham que resolver ou a pessoa que irá ocupar seu lugar. Seu chefe e colegas irão respeitá-lo pelo comprometimento e integridade.

PUBLICIDADE

Veja mais matérias de Carreiras no Universia.