Veja dicas de consultora para tornar seu espaço de trabalho elegante

Se você é do tipo que gosta de pelúcias, plantas e fotos, cuidado! Alguns objetos podem expor detalhes da vida pessoal

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – As empresas têm adotado o sistema de estações de trabalho, para que os colaboradores se sintam em um espaço razoavelmente particular, mas convivendo entre si. E cada espaço torna-se revelador da personalidade de seu dono, por meio da maneira como ele o organiza e o decora.

Entretanto, mostrar sua personalidade é interessante, desde que respeitados certos limites. É comum entrar em um escritório com várias estações e enxergar, de longe, alguns exageros. Não há problema em ser autêntico, mas, sim, em expor intimidades. Mantenha sua privacidade na empresa.

Pensando nessas premissas, a consultora de etiqueta corporativa Renata Mello elaborou algumas dicas para não errar. “Quem trabalha o dia todo numa empresa gosta de personalizar seu espaço. Isso colabora para o bem-estar do funcionário. Porém, esta personalização, com critério, pode deixar o local agradável, sem revelar informações desnecessárias a respeito da intimidade, vida pessoal ou preferências de seu dono”, esclarece.

PUBLICIDADE

Por exemplo, se você é do tipo que gosta de pelúcias, plantas e fotos, atenção! Utilizar esses objetos de forma inadequada pode expor detalhes da vida pessoal, sem você perceber. Além do mais, elegância também é perceptível no visual, não apenas em atitudes, segundo a especialista.

Mesa de trabalho

Leia as dicas da consultora de etiqueta corporativa:

  • Como a mesa de trabalho não é exatamente sua, mas um lugar da empresa cedido a você, evite acumular coisas demais sobre ela. Além de passar uma impressão mais organizada, e de não-acúmulo de coisas inúteis e de papéis, na hora de mudar de área, de departamento ou de andar, você terá menos trabalho para carregar tudo. Seja econômico na hora de escolher objetos para colocar sobre a mesa. Procure deixá-la sempre organizada, mesmo que os papéis sejam inevitáveis;
  • O excesso de bichinhos de pelúcia também pode demonstrar infantilidade ou excesso de romantismo. Quer uma dica importante? Se quiser deixar um bichinho pequeno, ainda vai lá, mas que seja para enfeitar. Nunca pare o seu trabalho para ficar mexendo no seu ursinho. Se não conseguir se controlar, prefira deixá-lo em casa ou em cima da sua cama;
  • Também é necessário cuidado com o tamanho de plantas. Sua baia de trabalho não pode se transformar em um jardim. Plantas são bem-vindas. Mas nada de exageros no tamanho do vaso e da planta. Melhor que não tenham perfume, pois algumas pessoas são alérgicas. E dê preferência para as pequenas. Atenção: se for sair de férias, não a deixe morrendo na mesa. Passa a sensação de irresponsabilidade e falta de sensibilidade. Afinal, estamos falando de um ser vivo;
  • Fotos pessoais de biquíni ou de sunga em uma praia linda, ou com o novo namorado(a), podem expor a sua vida pessoal e dar direito aos colegas de participarem dela, fazendo comentários deselegantes e indiscretos;
  • Se gosta de expor fotos de filhos, namorados ou marido, é recomendável, caso você trabalhe recebendo clientes externos, deixar as fotos dentro de uma gaveta. Dessa forma, quando der saudades, você dá uma olhada! Caso trabalhe recebendo apenas clientes internos, coloque apenas um porta-retrato. É o bastante;
  • Mulheres, cuidado com maquiagens, produtos de higiene, esmaltes, lixas de unha e bijuterias expostas na mesa. Reserve uma gaveta para colocar suas coisas pessoais. Não confunda seu quarto com sua estação de trabalho;
  • Homens, cuidado com flâmulas e bandeiras de times de futebol, revistas masculinas, xícaras sujas, copos usados, CDs e remédios sobre a mesa. Reserve uma gaveta para colocar esses objetos pessoais.