Veja dicas de como controlar a compulsão por checagem de e-mails

Psicólogo orienta profissionais que já estão estressados por terem que responder mensagens rapidamente a se organizarem

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – De acordo com o psicólogo especialista em internet, Graham Jones, pressionados por terem de responder rapidamente, muitos profissionais já estão estressados com e-mails e sequer têm noção de que a checagem da caixa de mensagens já virou uma compulsão.

Para justificar sua teoria, o psicólogo cita pesquisa realizada pelas universidades de Glasgow e Paisley, que mostra que os trabalhadores britânicos checam os e-mails 40 vezes por hora e ainda se sentem estressados com isso.

Como evitar?

Ainda segundo Jones, tudo isto leva a uma ansiedade desnecessária, que pode ser evitada. Ela pode prejudicar as relações no ambiente de trabalho. Além disso, o e-mail não deve substituir o contato pessoal.

Aprenda a investir na bolsa

Para lidar melhor com isso, em primeiro lugar, estabeleça momentos do dia para checagem de e-mails. “Quatro vezes ao dia é tudo o que você precisa”, disse Jones.

Acesso

Não se mantenha conectado a todo o momento, o que pode fazer com que não consiga se controlar. Acesse somente quando estiver no horário estipulado por você mesmo. “Quem está no comando aqui, você ou a máquina?”, pergunta o psicólogo em seu site na internet (http://www.grahamjones.co.uk).

O próximo passo é colocar em ordem os e-mails, de forma que você possa notar quais são os assuntos de maior prioridade. Use filtros para ignorar spams e outras mensagens indesejadas. Outra medida que pode facilitar sua vida é usar mensagens automáticas de respostas.