Sem surpresas

Veja as regras para você não errar no amigo secreto do trabalho

Para que o amigo secreto seja divertido e sem gafes, confira 10 regras na hora de escolher os presentes

arrow_forwardMais sobre
2.38335e+007

SÃO PAULO – O fim de ano é um período de festas e comemorações que se estende também para os ambientes de trabalho. Se já não fosse suficientemente difícil encontrar o presente certo para seus familiares e amigos, você também vive esse desafio com seus colegas de escritório que, na maioria dos casos, são pessoas menos próximas e mais complicadas de presentear.

Para que o amigo secreto seja divertido e sem gafes, confira 10 regras na hora de escolher os presentes:

1. Não deve ser obrigatório
É importante estar ciente de que muitas pessoas preferem não trocar presentes no fim de ano. Para alguns, as coisas mais básicas podem custar caro. Você não sabe a situação financeira de seus colegas, então é mais apropriado que o amigo secreto seja facultativo.

PUBLICIDADE

2. O fluxo dos presentes
Se os presentes são trocados de maneira voluntária, eles devem ser dados em um fluxo de cima para baixo e não ao contrário. Isso significa que presentes dos chefes para os funcionários são aceitáveis, mas o funcionário nunca deve se sentir coagido ou sofrer qualquer tipo de cobrança para presentear aqueles que estão acima dele.

3. “Vaquinha” para o chefe
Da mesma maneira como foi colocado na regra anterior, as pessoas não devem ser forçadas a participar em algo para o qual não tem condições. Para muitos, presentear alguém que ganha muito mais dinheiro que você não é a maneira certa de comemorar o fim de ano. Além disso, muitos funcionários podem se preocupar com a ideia de que, se não participarem da vaquinha, a imagem dentro da empresa poderia ser prejudicada.

4. Organização
Ao invés de pedir que as pessoas retirem o nome da lista de participação do amigo secreto, solicite que os interessados coloquem o nome de quem deseja participar. Se inscrever é muito mais prático do que retirar seu nome da lista, pois isso pode causar constrangimento.

5. Estabeleça um orçamento baixo
O preço dos presentes trocados deve ser estabelecido de maneira que as pessoas se sintam confortáveis para participar, independentemente do cargo e salário. Aqueles que desejarem pagar mais caro no presente farão isso de maneira voluntária.

6. Não compre presentes muito pessoais
Mesmo que seu amigo secreto seja alguém com quem você se relaciona bem, evite presentes muito pessoais. Cuide com brincadeiras na hora da troca para que ninguém seja ofendido por uma piada mal compreendida.

7. Na dúvida, compre comida
Se você estiver com muitas dúvidas sobre o presente, compre algo como um chocolate importando ou algo especial feito por você mesmo.

PUBLICIDADE

8. Evite presentes extravagantes
Se o orçamento foi estabelecido em R$ 20, por exemplo, não apareça com algo que custa R$ 100.

9. Presentes da empresa
Se a empresa dá presentes para os funcionários é necessário cuidado. Dar vinhos para muçulmanos, perus para vegetarianos ou doces para pessoas diabéticas não são as opções certas para nenhuma época do ano. Além disso, a maioria dos funcionários prefere ganhar um bônus ou um dia de folga extra do que uma cesta de natal ou algo do tipo.

10. Não se sinta pressionado em gastar dinheiro que você não tem
Não importa o quão engajado seu escritório seja na troca de presentes entre funcionários, você deve decidir se participa ou não do amigo secreto de acordo com suas possibilidades financeiras. Não há problema em dizer, “me desculpe, esse ano não poderei participar”.

Veja mais matérias de Carreiras no Universia.