Carreiras

Valor mínimo pago a trainee aumenta mais de 20% em um ano

Média máxima de bolsa também registrou crescimento em um ano, ao passar de R$ 5,5 mil para R$ 5,8 mil

SÃO PAULO – A remuneração mínima paga a trainees no Brasil aumentou mais de 20% entre 2010 e 2011. De acordo com dados apurados pela Cia de Talentos, no ano passado, o menor valor pago a um trainee girava em torno de R$ 4,5 mil. Este ano é de R$ 5 mil.

A média máxima de bolsa também registrou crescimento em um ano, ao passar de R$ 5,5 mil para R$ 5,8 mil. Neste caso, contudo, a variação foi menor, de 5,45%.

Dentre os motivos que levaram ao aumento da remuneração, a Cia destaca o crescimento das empresas e o aumento na quantidade de programas de trainees, que fazem a necessidade do salário se tornar mais um atrativo para os melhores candidatos.

PUBLICIDADE

Para se dar bem
Ainda conforme o levantamento da Cia de Talentos, entre 2010 e 2011, o número de vagas em programas de trainee cresceu cerca de 44,16%. Contudo, conquistar uma dessas vagas é uma tarefa difícil, já que o número de inscritos nestes programas varia de 3 mil a 49 mil, com média de 2 mil candidatos por vaga.

Dessa forma, a diretora da Cia de Talentos, Carla Esteves, dá algumas dicas para quem quer se dar bem em um processo seletivo deste tipo:

1 – Invista em uma língua estrangeira, além do inglês, que, por sua vez, preferencialmente deve ser fluente; se possível, faça intercâmbio.

2 – Busque experiências de vida que ajudem a desenvolver habilidades exigidas no ambiente corporativo, como o relacionamento interpessoal.

3 – Procure participar de empresa júnior, atlética, centro acadêmico, entre outras atividades.

4 – Faça estágio.

PUBLICIDADE

5 – Mantenha-se o mais informado possível.

6 – Pesquise sobre o mercado e, ao participar de um processo seletivo, pesquise sobre a empresa.

Vale a pena?
Ao ver a lista de itens que contam pontos positivos para se dar bem em um processo seletivo para trainee, muitos estudantes podem ter o impulso de querer desistir deste tipo de oportunidade.

Contudo, segundo Carla, estes programas contam pontos positivos para a vida profissional, sendo capazes de acelerar em quatro anos a carreira, em comparação com um recém-formado que não passa por este tipo de programa.

No geral, os programas de trainee duram cerca de 18 meses e contratam formados há, no máximo, dois anos.

Na maior parte deles, além de um salário atrativo, as empresas oferecem programas de desenvolvimento diferenciado, experiência internacional, acompanhamento com metoring ou coaching, entre outros benefícios.