Vai fazer um curso de férias? Veja o que observar

Empresas valorizam muito esse tipo de iniciativa e os profissionais, geralmente, voltam mais motivados das férias, diz especialista

SÃO PAULO – Quem opta por utilizar o período de férias para aprimorar os conhecimentos e fazer um curso deve observar alguns pontos, antes de escolher no qual se matricular. O alerta é da psicóloga e coordenadora do departamento de carreiras da Veris Faculdades, Jamile Ferraresso.

Segundo Jamile, as empresas valorizam os profissionais que utilizam o período para se aprimorar. Contudo, a pessoa deve analisar o mercado, a área de atuação, além de pensar nos “gaps” da própria formação, antes de fazer a escolha.

“As empresas valorizam muito esse tipo de iniciativa e os profissionais, geralmente, voltam mais motivados das férias (…) Para fazer a escolha, o profissional deve considerar vários pontos, mas o principal é avaliar se o curso vai agregar e se vai facilitar com que a pessoa atinja seus objetivos de carreira”, diz.

PUBLICIDADE

Novo ou mais experiente?
Outro ponto a se considerar, antes de se matricular em um curso durante as férias, é o tempo no mercado de trabalho.

Jamile alerta que as prioridades são diferentes em cada etapa da vida profissional. Assim, para quem está entrando no mercado ou mesmo ainda cursando a graduação, é interessante aproveitar este momento para aprimorar algum idioma ou algum ponto da formação acadêmica.

Já os profissionais mais maduros devem focar em cursos que desenvolvam habilidades, como planejamento e oratória, por exemplo.

Mais pontos
Para finalizar, a especialista lembra a importância de pesquisar com cuidado a instituição de ensino na qual a pessoa pretende fazer o curso. A medida evita gastos desnecessários, além do desperdício de tempo de se matricular em um curso ruim.

Conversar com pessoas que já fizeram o curso também ajuda na tarefa de fazer a melhor escolha, bem como observar o corpo docente e a faixa etária da turma, orientação essencial para o bom aproveitamento dos profissionais mais maduros.