oportunidades

Vagas para cargos de gerência e coordenação aumentam no Brasil

Segundo estudo da Right Management, os cargos de Média Gerência apresentaram as maiores oportunidades em 2012, representando 43% do total das vagas ofertadas

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – As vagas de cargos de coordenação, média e alta gerência aumentaram em 2012. Segundo estudo da consultoria pertencente ao ManpowerGroup, Right Management, os cargos de Média Gerência apresentaram as maiores oportunidades em 2012, representando 43% do total das vagas.

As oportunidades para Alta Gerência aparecem em seguida, com 20%, e Coordenação ficou com a terceira posição com 14%. De acordo com o estudo, os resultados apresentados são comuns e se repetem ano após ano com certa frequência.

“Abrir vagas e encontrar bons profissionais para cargos de diretoria requer mais cautela, por conta das responsabilidades que lhes serão designadas na empresa, ainda mais com o atual cenário que o País enfrenta, com a escassez de profissionais qualificados”, afirma a coordenadora de transição de carreira da Right Management, Telma Guido.

Aprenda a investir na bolsa

Para ela, não é atípico o mercado ofertar maior quantidade de vagas em nível de Coordenação, Especialistas, Média e Alta Gerência. “É natural ter mais posições abertas do que em níveis de diretoria, onde a dificuldade de se achar o profissional é da mesma proporção que a responsabilidade do cargo”, acrescenta.

Economia afetou o mercado
A pesquisa afirma ainda que, economicamente, o ano de 2012 não foi tão marcante para o Brasil como nos anos anteriores, onde a quantidade de vagas abertas para executivos teve números significativos.

No ano, especialmente por conta da crise financeira mundial, o número dessas vagas e contratações sofreu uma queda, principalmente em empresas multinacionais, mas mesmo assim, foi um bom ano em relação as contratações.

“Os anos de 2010 e 2011 foram mais ofertantes, com economia mais aquecida e, portanto com maior quantidade de vagas para os executivos do que 2012. De qualquer forma podemos considerar que o ano foi positivo para oportunidades, já que as previsões econômicas, como o PIB, não foram correspondidas”, completa a coordenadora.

Setores que mais contrataram
O setor Industrial continua com as maiores ofertas do mercado, com 48% das vagas. Dentro do setor, os segmentos que mais ofertaram vagas foram: Construção Civil (15,7%), Automotivo/Autopeças (10,6%), Bens de Consumo (8,2%) e Farmacêutico (6,6%).

“Apesar do ritmo de contratação ter diminuído em 2012, a Construção civil se mantém como uma área com alto nível de oportunidades, principalmente pelos eventos que o País veem recebendo, além dos já programados para os próximos anos”, comenta Telma.

PUBLICIDADE

O Setor de Serviços, segundo maior empregador com 29% das oportunidades, teve como destaques os segmentos de Tecnologia da Informação (24,7%), Serviços Especializados (21%) e Telecomunicações (11,6%). Os setores Financeiro e Comercial aparecem no estudo com 5%.