AO VIVO Por Dentro dos Resultados: CEO da GPC divulga e comenta os resultados da empresa no 3º trimestre

Por Dentro dos Resultados: CEO da GPC divulga e comenta os resultados da empresa no 3º trimestre

Último dia de fevereiro é de combate à LER; saiba mais sobre a prevenção da doença

Jovens e mulheres apresentam os maiores índices; combater fatores que levam ao estresse evita aquisição de doença

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O último dia de fevereiro é considerado o Dia Internacional de Combate à LER (Lesões por Esforços Repetitivos) ou Dort (Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho), que engloba doenças como tendinite, bursite, síndrome do túnel de capo e do corpo doloroso.

Jovens e mulheres apresentam os maiores índices da doença. Bancários, operadores de linha de montagem, operadores de telemarketing, secretárias e jornalistas encabeçam as estatísticas de aquisição destas doenças.

Os sintomas da doença são muitos e é importante atentar às dores. Dentre os sinais, estão diminuição da força muscular, formigamento, sensação de peso nos membros e perda do controle de movimentos.

Ginástica do Gato

Aprenda a investir na bolsa

De acordo com o Instituto Nacional de Prevenção à LER/Dort, trabalhar em um ambiente iluminado, com momentos de descanso, ter um bom relacionamento com as outras pessoas e alternar as atividades realizadas podem reduzir o nível de estresse e evitar a aquisição de doenças ocasionadas por LER.

Na prevenção da doença, o engenheiro de segurança no trabalho Osny Telles Orselli indica a ginástica do gato. O objetivo é estimular as pessoas a fazerem pequenos alongamentos e reduzir o estresse, enquanto trabalham. O segredo do método está em fazer os mesmos movimentos do animal.

“Ele se espreguiça, alonga e boceja em intervalos regulares. Assim, a cada hora é interessante que o funcionário se levante e estique os braços, os dedos e beba pelo menos um copo de água”, afirmou.

Trabalho deve ser sério

Para a fisioterapeuta e ergonomista Cláudia Rossi, o investimento em ergonomia envolve não só a preocupação com a saúde, mas também com os resultados que o profissional trará. “Os custos com a melhoria das condições de trabalho são revertidos em benefício aos trabalhadores e impactam, diretamente, na produtividade das empresas”, afirmou.

Ela ainda disse que o resultado só aparece se houver um trabalho sério, que contemple melhorias nas condições relacionadas às atividades, organização do trabalho e qualidade de vida dos funcionários. Veja abaixo algumas dicas de prevenção:

  • Altura do assento: esta regulagem serve para que consiga encostar os pés no chão e posicionar os cotovelos na mesa;
  • Altura do encosto da coluna lombar: não importa o tamanho do encosto, desde que ele se encaixe na curvatura da coluna lombar. O encosto deve ser estofado, anatômico e com bordas arredondadas;
  • Inclinação do encosto da cadeira: deve permitir que a pessoa fique em 90º ou mude de posição, quando se sentir cansada;
  • Pausa durante o expediente: faça-a quando sentir necessidade, de dez a quinze minutos depois de uma hora de trabalho ou em pequenas durações durante todo o expediente. Nas pausas maiores, recomenda-se alongamento dos braços e caminhar alguns segundos, para ativar a circulação das pernas;
  • Faça atividades físicas: caminhada, ciclismo, hidroginástica, hidroterapia, exercícios leves com peso e supervisionados, alongamento, relaxamento ajudam a prevenir as doenças e a eliminar o estresse causado pela pressão da rotina.

PUBLICIDADE