RADAR INFOMONEY Como discursos de Bolsonaro e Trump na Assembleia Geral da ONU impactaram as bolsas? Assista ao programa desta terça

Como discursos de Bolsonaro e Trump na Assembleia Geral da ONU impactaram as bolsas? Assista ao programa desta terça

Três pontos ajudam você a responder se está na empresa certa!

"Tem que trabalhar em prol de uma causa que seja compatível com a sua, que não te fere", diz presidente da Curriculum.com.br

SÃO PAULO – Todos querem trabalhar na empresa ideal para ter sucesso na carreira. Acordar de manhã com ânimo e tendo a certeza de que está no local certo. Porém, como saber isso?

Alguns pontos devem ser analisados. Em primeiro lugar, de acordo com o presidente da Curriculum.com.br, Marcelo Abrileri, são os seus valores. “Os valores da pessoa devem estar alinhados com os da empresa. Tem que trabalhar em prol de uma causa que seja compatível com a sua e que não te fere”, afirmou ele.

Por exemplo: muitas pessoas não aceitam trabalhar em empresas de cigarro, porque sabem que produzem algo que faz mal à saúde de outras pessoas. Porém, em alguns momentos, estes valores não são tão declarados. Logo, é preciso atuar na companhia para descobrir se o modo como ela pensa é diferente do seu.

Plano de carreira

PUBLICIDADE

Não será possível saber se a empresa é certa para você se não fizer um plano de carreira. É necessário analisar se a companhia em que está hoje atende às suas necessidades atuais.

“Imagine que você está fazendo uma faculdade e aceitou um emprego de telemarketing, porque o estágio na área não paga tão bem e não é rentável para pagar o curso. Acabou a faculdade, a pessoa tem que mudar de área, mesmo sabendo que o salário irá diminuir”, disse Abrileri, exemplificando uma situação em que a pessoa não está no local certo.

Agora, se a empresa está encaixada em seus planos, mas possibilita poucas chances de crescimento na carreira, é preciso buscar outras alternativas, ou o resultado será a estagnação.

Clima organizacional

Por fim, o relacionamento com as pessoas dentro da empresa o ajudam a responder se está na empresa certa. “As pessoas precisam estar dispostas para render no trabalho”.

E conflitos no ambiente corporativo não deixam as pessoas dispostas. Quem, depois de brigar com o chefe ou com algum colega, tem sequer vontade de voltar à empresa? “Se o colega, o chefe, o cliente, o supervisor, não te quer bem e fica te prejudicando, você continua não rendendo bem”, disse Abrileri.

O profissional que se rende a este tipo de situação no trabalho acaba prejudicando a própria carreira, uma vez que compromete sua performance e imagem.