Trabalho: conheça os 10 empregos que mais se destacam no Brasil

Fique por dentro dos cargos que estão em evidência no mercado de trabalho nacional e faça a aposta certa

SÃO PAULO – A iminência de um verdadeiro boom de obras de infraestrutura com a Copa 2014 e a Olimpíada de 2016 promete aquecer o mercado de trabalho nacional. Mas se engana quem imagina que apenas estes sejam os fatos responsáveis pelo aumento de empregos no País.

O momento favorece também as novas tecnologias, as soluções que agilizam o envio de informações, bem como aquelas que tragam mais eficiência de custo às empresas. Além disso, destacam-se os métodos que possam trazer melhorias de vida ao público em geral – que passou a viver mais e se preocupar com a própria saúde.

Com isso, saber quais são os empregos que estão em evidência no mercado de trabalho atual não parece ser tão complicado. Afinal, se a cabeça dos consumidores já não é mais a mesma, a das empresas também não: elas se adequaram à nova realidade para atender as demandas do mercado.

PUBLICIDADE

Pensando nisso, o Portal InfoMoney pediu a opinião da consultora de planejamento de carreira da Ricardo Xavier Recursos Humanos, Karla Mara Alves de Oliveira, e do sócio-gerente da Asap, Ricardo Haag, para ajudar a listar os dez empregos que estão em alta no Brasil.

Os mais promissores
Confira abaixo os 10 empregos informados pelos profissionais:

  • Engenheiro Civil – as obras de infraestrutura para a Copa de 2014, para a Olimpíada de 2016 e para o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) tem surtido um grande efeito sobre a geração de empregos no País. O fato tem favorecido não apenas os profissionais da área civil, mas também os engenheiros de produção, de elétrica, hidráulica e demais setores. Quem está estagiando ou já se formou certamente está colhendo bons frutos.

  • Gerentes de Projeto – os profissionais de TI (Tecnologia da Informação) estão com o emprego garantido. A área está mais valorizada do que nunca: são muitas as empresas que precisam implantar novos sistemas para tornar os controles de gestão mais eficientes. Além disso, o avanço das redes sociais tem contribuído com o setor.

  • Contador – conhecer as leis tributárias pode se mostrar positivo, mas saber sobre as normas IFRS (International Financial Reporting Standards) pode realmente fazer a diferença. Em alta, as contratações de contadores que dominem tal área têm se destacado nas multinacionais. Além da fluência em inglês, os profissionais que atuam neste setor devem prestar contas à matriz das empresas e estar por dentro das novas regras de contabilidade.

  • Logística – a falta de especialização na área tem feito com que o mercado valorize ainda mais os poucos profissionais deste segmento, que são responsáveis pelo lucro das corporações e pela redução do custo. Portanto, fique atento! Se você se preparou para este ramo provavelmente será beneficiado com boas oportunidades de trabalho.

  • Compras/ Suprimentos – a habilidade de realizar negociações e obter preços mais em conta também tem sido muito valorizada pelo mercado. Por esta razão, os profissionais de compras/ suprimentos têm sido tão requisitados, especialmente nas empresas que dependem de produtos comercializados pelo mercado internacional. “É preciso habilidade para negociar peças com o mercado chinês, por exemplo. Somente um profissional com um bom relacionamento comercial consegue este feito”, diz Haag.

  • Recrutamento e Seleção – os profissionais responsáveis pela atração de talentos no mercado estão em alta desde a retomada pós-crise. Em 2010, por exemplo, o setor foi estratégico para as empresas, que apresentavam uma equipe enxuta e precisavam de profissionais capacitados. Os recrutadores possuem amplo conhecimento sobre a cultura e valores de uma companhia e têm como missão atrair os melhores profissionais do ramo.

  • Profissional de sustentabilidade – por se tratar de um segmento que passou a ser mais visado pelas empresas nos últimos dez anos, este ainda é um mercado pouco explorado e que demanda cada vez mais profissionais qualificados. Os consultores do segmento devem contribuir com ideias e soluções que possam ajudar as empresas na adoção de práticas sustentáveis. Para isso, devem ser inovadores, estrategistas e terem visão integrada do negócio.

  • Geriatra – o aumento da expectativa de vida das pessoas e a preocupação constante com a saúde têm favorecido os médicos cuja especialidade é atender e cuidar de idosos. “A demanda por tais profissionais já existe no mercado, mas tende a se tornar mais evidente em poucos anos”, diz a consultora Karla.

  • Chef – preocupadas com a saúde, as pessoas têm apostado na melhoria de suas refeições. Diante deste cenário, os restaurantes também tiveram de mudar. Por isso, os chefs passaram a ser mais valorizados em nosso País. A formação garante não apenas um salário superior, mas também a possibilidade de crescer profissionalmente em uma proporção diferente da dos demais contratados do setor. Além disso, a Copa de 2014 e a Olimpíada de 2016 deverão aumentar a demanda por estes profissionais, já que muitos serão os investimentos no turismo nacional.

  • Endocrinologista – para manter a forma, melhorar os hábitos alimentares e dar um ‘up’ na saúde – uma tendência do cenário atual -, as pessoas estão apostando na Medicina. Os tratamentos com endocrinologistas, nutricionistas e demais profissionais de saúde e beleza estão sendo cada vez mais visados por mulheres e homens que desejam melhorar a qualidade de vida. A procura favorece, e muito, o setor: o número de profissionais qualificados para estas atividades ainda está abaixo do esperado.