Qualidade de vida

Trabalhar perto de casa melhora o desempenho dos profissionais

Pesquisa aponta que 48% dos colaboradores do mundo trabalhariam com mais empenho se pudessem reduzir o tempo gasto no trajeto entre a própria casa e o escritório

SÃO PAULO – Trabalhar perto de casa, de fato, pode melhorar o desempenho dos profissionais. Ao menos, é isso o que a maioria dos colaboradores do mundo defende. Segundo uma recente pesquisa da Regus, 48% dos profissionais consultados pelo levantamento relataram que trabalhariam com mais empenho se pudessem reduzir o tempo gasto com o deslocamento entre a própria casa e a empresa.

Para os brasileiros, a redução da carga horária permitiria aos mesmos uma melhor qualidade de vida na medida que a maioria dos contratados teria mais tempo para se dedicar à própria família, com 87% das menções dos entrevistados.

Já outros 85% dos consultados defendem que se conseguissem reduzir o tempo gasto no percurso entre a casa e o trabalho poderiam se dedicar mais à prática de exercícios e atividades físicas.

PUBLICIDADE

Os que utilizariam o tempo ganho com atividades para a ampliação de qualificações educacionais, no entanto, foram 79%.

“Embora muitos profissionais tenham a possibilidade de escolher diferentes locais de trabalho, ainda há espaço para que mais pessoas sejam beneficiadas pela adoção de práticas flexíveis no dia a dia. Todos são beneficiados quando o tempo gasto no trajeto para chegar ao trabalho diminui”, comenta o diretor geral da Regus no Brasil, Guilherme Ribeiro.

Na prática
A pesquisa revela ainda que, de acordo com o Censo 2010, no Brasil, houve um aumento no tempo gasto para se chegar ao trabalho. Com isso, muitos brasileiros têm optado por outra forma de trabalho.

Segundo outra pesquisa da Regus, por exemplo, 50% dos profissionais do País preferem trabalhar de outros locais que não o escritório. “Os colaboradores estão mais livres para trabalhar fora do escritório da empresa, durante metade da semana ou mais, por exemplo”, cita a companhia.