Trabalhadores têm até o dia 29 de junho para sacar o PIS/Pasep referente a 2005

No total, 1,1 milhão de trabalhadores ainda não sacaram o PIS, e 131 mil precisam retirar o dinheiro referente ao Pasep

SÃO PAULO – Os trabalhadores que têm direito ao abono salarial PIS/Pasep
(Programa de Integração Social/Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público), referente ao ano-base 2005, e que ainda ainda não o sacaram, têm até o dia 29 de junho para fazê-lo.

Conforme divulgou o Ministério do Trabalho e Emprego, 1,1 milhão de trabalhadores ainda não sacaram o PIS e 131 mil precisam retirar o dinheiro referente ao Pasep.

O que é e como proceder

O abono salarial é o pagamento de um mínimo anual ao trabalhador e servidor público que receberam, em média, até dois salários mínimos mensais no ano-base. Para tanto, é necessário estar cadastrado no PIS/Pasep há, no mínimo, cinco anos e ter trabalhado pelo menos 30 dias naquele ano.

PUBLICIDADE

Cabe ressaltar que os trabalhadores inscritos no PIS recebem o abono salarial na Caixa Econômica Federal ou nos postos e agências da Caixa. Já o Pasep é pago no Banco do Brasil. Caso os recursos não sejam retirados, retornam ao Fundo de Amparo ao Trabalhor (FAT).

Alguns recebem na folha de pagamento

Para efetuar o saque, os trabalhadores/servidores têm de apresentar o número dos PIS ou do Pasep e a carteira de identidade nas agências de qualquer cidade do país. Em caso de dúvida, a Caixa mantém o telefone 0800 574 22 22 para esclarecer os trabalhadores.

Por fim, segundo o Ministério, algumas empresas pagam o abono diretamente no contra-cheque, já que fazem convênio com a Caixa e Banco do Brasil.