Trabalhadores começam a receber abonos do PIS a partir de 10 de agosto

Benefícios pagos devem injetar R$ 3,6 bilhões na economia até junho de 2006; rendimentos do PIS também serão pagos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Caixa Econômica inicia os pagamentos dos abonos do PIS (Programa de Integração Social) nesta quarta-feira, 10 de agosto. De acordo com a própria instituição, serão injetados na economia nada menos do que R$ 3,6 bilhões até junho de 2006, quando se encerra o calendário.

Na comparação ao calendário do ano anterior, cujos pagamentos foram feitos até junho último, a instituição pagará R$ 1 bilhão a mais em Abonos Salariais e Rendimentos do PIS a cerca de 8,36 milhões de pessoas (R$ 2,5 bilhões) e 31,02 milhões de pessoas (R$ 1,1 bilhão), respectivamente.

O volume de pagamentos e a quantia total a ser liberada aos trabalhadores beneficiários são os maiores da história, conforme afirma a própria CEF, que destaca ainda ser sua meta aumentar estes números a cada ano.

Quem segue, ou não, o calendário

Aprenda a investir na bolsa

Vale lembrar que para funcionários de empresas com as quais mantém convênio Caixa PIS-Empresa, a CEF começou a pagar os benefícios em julho último, meio pelo qual já pagou 531 mil abonos e rendimentos em um total aproximado de R$ 76 milhões.

Da mesma forma, o pagamento também foi antecipado por meio de depósitos diretamente em poupança, conta-corrente ou conta Caixa Aqui para os trabalhadores que são clientes da Caixa. Quem não se encontra em qualquer das condições mencionadas deve seguir o calendário abaixo.

Calendário de pagamento PIS







PUBLICIDADE

















PUBLICIDADE





Nascidos emRecebem a partir de
Julho10/08
Agosto17/08
Setembro24/08
Outubro14/09
Novembro21/09
Dezembro28/09
Janeiro11/10
Fevereiro19/10
Março26/10
Abril10/11
Maio17/11
Junho23/11

O percentual de pessoas que esquecem ou simplesmente não sabem que têm direito aos benefícios tem decaído ao longo dos anos: passou de 7,72% no calendário de 2001/2002 para 5,97% em 2004/2005.

É importante lembrar que quando os abonos não são sacados até o prazo limite, neste caso, 30 de junho de 2006, o trabalhador perde o direito ao benefício, que retorna ao FAT – Fundo de Amparo ao Trabalhador. Já os rendimentos ficam depositados em nome do trabalhador.

Sobre o Abono

Para quem não sabe, este abono funciona como uma espécie de décimo quarto salário, em um valor de R$ 300 (salário mínimo) pago aos empregados em uma determina data, fixada de acordo com o mês de nascimento.

É importante lembrar, porém, que nem todo trabalhador tem direito ao recebimento deste benefício. Além de estar inscrito no PIS, é preciso que atenda às condições abaixo:

  • A média da sua remuneração durante o ano anterior deve ser de, no máximo, dois salários mínimos mensais;
  • No ano anterior, deve ter trabalhado pelo menos trinta dias com vínculo empregatício, ou ter sido nomeado efetivamente em cargo público;
  • Ser cadastrado no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos;
  • Seu empregador deve ter informado os seus dados corretamente na Rais (Relação Anual das Informações Sociais) durante o ano anterior ao pagamento do benefício.