Trabalhador poderá transferir dinheiro da conta-salário sem custos

Medida foi anunciada nesta terça-feira (05) pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, e aprovada pelo CMN

SÃO PAULO – A partir de janeiro de 2007, trabalhadores poderão transferir o pagamento da conta-salário para o banco de sua preferência, sem precisar pagar taxa.

A medida foi anunciada nesta terça-feira (05), pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, e faz parte de um conjunto de medidas aprovadas pelo Conselho Monetário Nacional.

Maior concorrência

Segundo o ministro, o objetivo é “promover a concorrência entre os bancos”, pois a medida permitirá uma maior liberdade de escolha dos correntistas pelas instituições financeiras, na busca de um menor custo.

PUBLICIDADE

A decisão beneficia toda a população que utiliza serviços bancários para movimentar salários.

Doc reverso

O chamado Doc reverso, que permite as transações entre contas sem taxa, vai beneficiar 86% das cooperativas filiadas à Central das Cooperativas de Crédito do Estado de São Paulo (Cecresp).

De acordo com o presidente do Sicoob Central Cecresp, “a mudança representa uma injeção de recursos no montante movimentado anualmente pela cooperativas de crédito. Como elas não cobram taxas de manutenção e têm tarifas reduzidas, os cooperados tendem a optar pela cooperativa”.

Instituições financeiras têm até o dia 31 de dezembro para adaptar o sistema às novas regras.