AO VIVO VP da Raia Drogasil conversa ao vivo com gestor; veja stock picking acontecendo na prática

VP da Raia Drogasil conversa ao vivo com gestor; veja stock picking acontecendo na prática

Trabalhador poderá escolher banco para receber salário, afirma Guido Mantega

Objetivo da decisão, que faz parte de pacote de medidas, é provocar concorrência entre bancos e reduzir juros

SÃO PAULO – Os trabalhadores poderão fazer transferências da conta em que recebem seus salários para uma outra, aberta em qualquer banco, sem pagar CPMF ou tarifas bancárias. A afirmação foi feita nesta terça-feira (22), pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, em entrevista à Radiobrás.

Para o ministro, com a decisão o governo está dando ao trabalhador o direito de escolher o banco com que quer trabalhar. “Ele vai fazer isso sem pagar CPMF e tarifas bancárias”, disse Mantega.

Decisão

A decisão é parte de um pacote de medidas a serem anunciadas nos próximos dias e que têm como objetivo promover a competitividade entre as instituições financeiras e reduzir os juros aplicados aos consumidores.

PUBLICIDADE

Segundo o ministro, muitas vezes as empresas negociam a folha de pagamento com o banco e têm alguma vantagem em troca. E aí fica o compromisso de que essa conta não pode sair de lá. “Cria-se uma dificuldade, principalmente com tarifa elevada”, afirmou Mantega.

O ministro ainda disse que o objetivo é que os bancos corram atrás dos clientes e não que o trabalhador fique pedindo favores às instituições financeiras.