Trabalhador do ABC e das cidades da RMSP sofre nova alta do desemprego

Apenas na capital paulista não houve elevação do desemprego em abril; situação teve melhora para todos no último ano

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – De acordo com estudo mensal realizado pela Fundação Seade e Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos), a taxa de desemprego na Região Metropolitana de São Paulo subiu pelo terceiro mês seguido, atingindo 17,5% da PEA (População Economicamente Ativa) em abril. Em março a taxa estava em 17,3%, e em abril de 2004 em 20,7%.

Com exceção da capital paulista, tanto na região do ABC (taxa passou de 16,7% para 17,3%) como nos demais municípios da RMSP (19,2% para 19,7%) houve mais trabalhadores sem emprego em abril, em relação ao mês anterior.

Há um ano, entretanto, o cenário melhorou para todos, segundo a pesquisa divulgada nesta terça-feira (24). O destaque cabe à região do ABC, que acumula queda de 3 pontos percentuais na taxa de desemprego atual em relação a abril do ano passado. Nos demais municípios a queda anual foi menos intensa, de 1,2 ponto percentual.

Desemprego na capital paulista

Aprenda a investir na bolsa

Para os trabalhadores da capital paulista, se a situação não melhorou, também não chegou a piorar no último mês, uma vez que a taxa de desemprego se manteve estável em 15,9% de março para abril.

Já nos últimos 12 meses o cenário atual é mais favorável aos paulistanos. Em abril de 2004 a taxa de desemprego na capital era de 20,5% da PEA da região.