Teste de inglês TOEFL será modificado em 2006

A prova de conhecimento exigida no ingresso a universidades de todo o mundo conterá questões orais para serem respondidas pelo computador

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Saber um segundo idioma nos dias atuais é fundamental para o desenvolvimento de sua carreira e sobrevivência no mercado de trabalho. E se você deseja estudar fora do País, ter conhecimento em inglês se torna uma obrigação.

No universo acadêmico, o teste de inglês TOEFL é o mais conhecido. Pré-requisito para o ingresso a inúmeras faculdades e cursos de especialização de todo o mundo, o exame passará ainda por mudanças significativas a partir de março de 2006, o que irá exigir um maior preparo do aluno.

Anunciado pela ETS (Educational Testing Services), instituição norte-americana que concede o certificado, o novo modelo do teste, intitulado TOEFL Next Generation, conterá uma prova oral (speaking) com peso significativo no resultado final. Atualmente não há questões para serem respondidas oralmente.

Pelo computador

PUBLICIDADE

Para viabilizar a mudança na estrutura da prova, a ETS utilizará uma tecnologia que permite ao aluno falar diretamente para o computador, que será capaz de gravar as respostas e posteriormente enviá-las para avaliação da equipe de examinadores. O objetivo é tornar o processo dinâmico e imparcial.

Uma segunda novidade no teste diz respeito a uma ferramenta que ajuda o aluno a se organizar durante a resolução das questões. Agora, caso ele deixe algumas perguntas para responder mais tarde, um dispositivo do programa o avisa pelo monitor do computador o que ainda falta ser preenchido.

Com o objetivo de se preparar para o novo formato do teste, a Gênesis Consulting, representante oficial da ETS no Brasil, informa que o número de centros licenciados para aplicar a prova aumentará em 2006 dos atuais sete para aproximadamente 60.

Vale dizer que são feitos 800 mil testes TOEFL por ano em todo o mundo, dos quais 11 mil apenas no Brasil.