Taxa de desemprego nos países da OCDE caiu para 8,1% em abril

Segundo o levantamento, no quarto mês do ano, havia 44,1 milhões de pessoas desempregadas nestes países

SÃO PAULO – A taxa de desemprego dos países integrantes da OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico) apresentou queda para 8,1% em abril, na comparação com o mês anterior.

Entre os países analisados, estão Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão, Reino Unido, Estados Unidos e União Europeia. O Brasil não faz parte dos integrantes regulares da organização.

Segundo o levantamento, em abril, havia 44,1 milhões de pessoas desempregadas nestes países. No confronto com o mesmo mês do ano passado, houve queda de 3,1 milhões. Já na comparação com abril de 2008, houve expansão de 13,2 milhões.

PUBLICIDADE

Depois da crise
Para a OCDE, os dados apresentados foram positivos, já que, desde a crise econômica, em 2007, as taxas de desempregado indicam um padrão de queda na maior parte dos países analisados. Somente Japão (4,7%), Luxemburgo (4,5%) México (5,2%), Eslovênia (8,2%) e Estados Unidos (9%) registraram crescimento na taxa de desemprego.

Já a Hungria, com taxa de 11,6%, Portugal (12,6%) e República Eslovaca (13,9%) continuam apresentando taxas de desempregados consideradas altas pela organização.