nível de ocupação

Taxa de desemprego no Brasil fica em 10,6% em agosto

Total de desempregados chegou a 2,3 milhões - 69 mil a menos que em julho deste ano

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Em agosto, a taxa de desemprego apresentou leve queda em relação a julho, passando de 10,9% para 10,6%, de acordo com a PED (Pesquisa de Emprego e Desemprego), realizada pelo pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) e pela Fundação Seade (Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados).

Com a variação negativa nas sete regiões pesquisadas – Belo Horizonte,  Fortaleza,  Porto Alegre, Recife, Salvador, São Paulo e Distrito Federal – o total de desempregados chegou a 2,3 milhões, redução de 69 mil em relação a julho e 106 mil, na comparação com agosto de 2012. 

Já o nível de ocupação apresentou variação de 0,4%, em relação ao mês anterior, com mais de 83 mil postos de trabalho criados no País.  No setor privado, o total de empregados com carteira de trabalho assinada não teve alteração. Já daqueles sem carteira, foi registrada alta de 2,6%.

PUBLICIDADE

Segundo a pesquisa, os postos de trabalho aumentaram no Comércio e Reparação de Veículos Automotores e Motocicletas, responsável pela abertura de 49 mil vagas, ou 1,3% do total do mês, e Indústria da Transformação, 0,5% do total, com 15 mil novas vagas. Já os postos de trabalho no setor de Serviços e na Construção permaneceram relativamente estáveis, com variações de 0,3% e -0,1%, respectivamente.

Por regiões
Segundo o PED, o nível de ocupação apresentou alta em Salvador (2,1%) e São Paulo (0,6%) e permaneceu relativamente estável em Belo Horizonte (0,1%), Recife (0,2%) e Fortaleza (0,3%). O índice não variou no Distrito Federal e reduziu em Porto Alegre (-1,0%).