Sucesso profissional: 10 dicas para manter o currículo atualizado

Quando bem elaborado, ele é capaz de estimular o entrevistador a convidar o candidato para participar de seleção

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Como ninguém sabe o dia de amanhã, manter o currículo atualizado é um passo importante para o profissional em qualquer fase da carreira.

O documento, quando bem elaborado, é capaz de chamar a atenção de um entrevistador, para que ele convide o candidato para participar de um processo seletivo. Em vista disso, é importante dedicar um tempo na preparação do currículo.

Dicas
Entre 20 candidatos a um processo seletivo, pelo menos cinco estão com o currículo desatualizado. Para a gerente de Treinamento do Nube, Carmen Alonso, isso é prejudicial para a imagem do candidato.

Aprenda a investir na bolsa

Para começar o ano com currículo novo, seguem abaixo dez dicas:

  1. Dados Pessoais – Coloque seus dados pessoais no início do currículo para facilitar sua identificação. Não é necessário colocar número de documentos ou referências pessoais, a não ser que a empresa solicite.
  2. Crie um e-mail pessoal – Evite apelidos como gatinha@provedor.com.br
  3. Objetivo – Indique somente uma área de interesse. Se houver mais de uma, faça mais de um currículo com objetivos diferentes.
  4. Qualificações – Destaque no máximo quatro qualificações adquiridas em experiências de trabalho. Outras habilidades poderão ser mostradas durante o processo seletivo.
  5. Formação Acadêmica – Ordene sua atual ou última graduação para a primeira. Obedeça a ordem: curso, instituição de ensino, ano de conclusão ou ano de início e término. O nível técnico ou ensino médio devem ser colocados apenas quando forem relacionados à formação atual ou à área de interesse.
  6. Experiências Profissionais – Coloque o nome da empresa e o período em que trabalhou. Informações sobre a empresa mostram que você se preocupou em informar quem analisa o currículo.
  7. Atividades Realizadas – Seja objetivo quando for descrever suas experiências.
  8. Idiomas – Especifique qual o nível de fluência. Experiência de intercâmbio são valorizadas, portanto, se houver, coloque-as.
  9. Inclua os treinamento e cursos realizados que tiverem relação com a futura área de atuação.
  10. Atividades Complementares – Valorize atividades que você exerceu no meio acadêmico.